Corrente do bem entre vizinhos ajuda comerciantes a reerguer loja incendiada no RJ

0
160



Loja de materiais de construção foi incendiada e roubada no distrito de Ponta Negra, em Maricá. Crime aconteceu na madrugada do dia 3 de julho em Maricá
Thainá Vidal/G1
Vizinhos estão realizando uma corrente do bem para ajudar comerciantes que tiveram sua loja de materiais de construção incendiada e roubada no distrito de Ponta Negra, em Maricá (RJ).
O crime aconteceu na madrugada do dia 3 de Julho e desde então a família está recebendo apoio e ajuda de toda a comunidade.
“Nós recebemos uma ligação de madrugada dizendo que nossa loja tinha sido incendiada, chamamos o Corpo de Bombeiros e quando todo fogo tinha sido apagado, meu marido constou que tinha sido um arrombamento seguido desse incêndio, perdemos tudo, nada sobrou da nossa loja”, contou Sheila Chavier.
De acordo com a família, no dia seguinte os vizinhos e amigos já começaram a se mobilizar para colocar a mão na massa e iniciar do zero toda a obra.
Família de Maricá está recebendo apoio e ajuda de toda a comunidade
Thainá Vidal/G1
“Eles organizaram bazares, bingos, rifas e doações, tudo para nos ajudar a reconstruir o nosso sonho, que era também a nossa única fonte de renda. Estamos recebendo ajuda de pessoas que nunca vimos, é à prova de que ainda existe amor no coração das pessoas”, desabafou a comerciante.
“Foi comovente saber que pessoas viam a gente como pessoas boas e não só como uma prestadora de serviços na cidade, eu tenho um lema que ‘entra como cliente e saem como amigos’ muito bom saber que tem amigos que estão aqui nos momentos difíceis porque para as horas boas tem muitos. Hoje eu me considero um cara com muitos amigos”, contou Iran Chavier.
Dezenas de vizinhos, tanto do mesmo bairro, como de localidades próximas, se uniram e estão ajudando a reerguer o comércio da família.
“Eu fiquei sabendo pela internet que tinha pegado fogo na loja, cheguei até aqui e vi o estrago todo. Fui funcionário dessa loja a um tempo atrás, trabalhei como servente e hoje eu vim aqui pra ajudar a reconstruir. Ajudar o próximo é dever de todos nós”, contou o amigo da família, Alcelir Rangel.
Segundo a família, os acusados pelo crime foram identificados, chegaram a ser presos e logo em seguida soltos. O caso está sendo investigado na 82ª Delegacia de Polícia.
Dezenas de vizinhos se uniram e estão ajudando a reerguer o comércio
Thainá Vidal/G1
Veja outras notícias da região no G1 Região dos Lagos.


Fonte: G1