Comunidades de Cabo Frio protestam contra “violência policial que vítima inocentes”

0
324

ComunidadesO clima esquentou nas ruas de Cabo Frio nessa quinta-feira (21/11). Comunidades da cidade, cansadas da violência e do abandono resolveram protestar, principalmente contra a infindável guerra entre polícia e traficantes que vem fazendo muitas vítimas inocentes. No fim de semana duas crianças foram baleadas no bairro Manoel Corrêa, uma das regiões mais afetadas pela violência na Região dos Lagos. Os moradores da comunidade estiveram na Câmara Municipal de Cabo Frio com faixas e cartazes para protestar.

Uma das crianças atingidas por bala perdida, de apenas cinco anos, estava dormindo dentro de casa quando foi na sexta-feira (15/11). A outra, de apenas três anos, brincava com a irmã na frente da residência na tarde de domingo (17/11), quando levou um tiro na perna. A população acusa a Polícia Militar de cometer excessos nas incursões na comunidade. No dia 31 de agosto, um funcionário da COMSERCAF morreu após ser atingido por estilhaços de projetil durante uma ação da PM no bairro. O comando do 26º BPM não se pronunciou sobre as denúncias dos moradores.

No início da noite, também nessa quinta-feira, vários homens atearam fogo em objetos nos acessos à comunidade do Morubá, localizado entre os bairros Braga e Vila Nova. Há informações de que os incêndios possam ter sido ordenados por traficantes em uma espécie de retaliação à Polícia Militar, que teria realizado uma operação na localidade durante toda a tarde com a presença de várias viaturas e PMs, com algumas pessoas detidas. Um morador que pediu para não ser identificado afirmou que policiais teriam entrado em uma residência e agredido três menores de idade, apontados pelos PMs como integrantes do tráfico, o que teria revoltado os líderes da facção que atua no local. De acordo com a população, os jovens agredidos não teriam nenhum tipo de envolvimento com a criminalidade. O comando do 25º BPM também não se pronunciou sobre essa acusação dos moradores do Morubá.

(Fonte: Portal RC24H)