Comércio de Cabo Frio está autorizado a abrir “integralmente” a partir de sábado (06/06)

8732

Após horas de reunião no Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), em Cabo Frio nessa terça-feira (02/06), foi decidida a flexibilização do funcionamento do comércio da cidade a partir do dia 6 de junho (sábado), levando em consideração os índices de contágio, recuperação e vagas disponíveis nas UTIs da cidade. O estudo será feito pela vigilância epidemiológica de Cabo Frio, através do Gabinete de Crise. O funcionamento terá critérios específicos e obedecerá as determinações da OMS (Organização Mundial de Saúde). Ele será feito de forma gradativa, com restrições e horários determinados.

Estiveram presentes na reunião os promotores de Justiça Vinícius Lameira Bernardes e André Santos Navega, o prefeito Adriano Moreno; a presidente da ACIA (Associação Comercial, Industrial, Comercial e Turística de Cabo Frio) e presidente do CCS (Conselho Comunitário de Segurança), Patrícia Cardinot; além dos secretários que compõem o Gabinete de Crise; a presidente do Convention Bureau, Maria Inês; o presidente da Associação de Hoteis, Carlos Cunha; o superintendente do Shopping Park Lagos, Marcos, e o representante do Movimento Comércio de Cabo Frio em Luto (#lutodocomerciocabofrio), Wagner Oliveros.

“Agora, o mais importante é que cada empresário e que a população tenha a consciência que depende de nós essa luta, mantendo as regras de distanciamento, usando máscaras e o álcool em gel, evitando as aglomerações, e os limites de lotação de cada ambiente conforme a organização de cada estabelecimento. Estamos na bandeira laranja e podemos regredir para a bandeira vermelha e perdermos a oportunidade de sair mais rapidamente dessa crise. Tenhamos consciência. Está em jogo a nossa economia e os empregos de muita gente”, apelou Wagner Oliveros.

VEJA OS PRINCIPAIS TÓPICOS DEBATIDOS NA REUNIÃO

– comércio varejista em geral, com restrições de circulação interna, uso obrigatório de EPIs por funcionários e consumidores e cumprimento de protocolos de higienização;

– shoppings centers com controle de acesso e restrição a capacidade de carga, plano de manejo e reorganização do espaço, controle de temperatura nos acessos e replicação das medidas sanitárias e distanciamento para as lojas. Cinemas e espaços recreativos permanecem fechados;

– galerias e prédios comerciais obedecendo aos critérios de lotação, higienização e distanciamento social;

– obras de construção civil e lojas de material de construção, com restrição de espaço, distanciamento social e higienização;

– oficinas mecânicas, cicles e congêneres com a observância dos critérios de isolamento e higienização;

– bares e restaurantes com no máximo 50% da sua capacidade total considerando as normas de higienização, distanciamento espacial de dois metros entre os jogos de mesas e uso de EPIs por funcionários e clientes, exceto nas situações de consumo;

– bancas de jornais com atendimento de um cliente por vez, observando as medidas de higienização e distanciamento social;

– meios de hospedagem para atendimento ao setor offshore, prestadores de serviços para a área de saúde e clientes corporativos;

– suspensão da barreira sanitária apenas para veículos particulares, mantendo-se a restrição para ônibus de fretamento e similares;

– liberação dos aquataxis para transporte de moradores, com redução de capacidade e adoção das medidas de proteção e higiene;

– uso obrigatório de máscara pela população e incentivo ao distanciamento social, home office e isolamento vertical dos grupos de maior risco.

VEJA A MENSAGEM DO WAGNER OLIVEROS DO #LUTODOCOMERCIOCABOFRIO

©Plantão dos Lagos
Fonte: Redação / Plantão
Fotos: divulgação