Chefe do tráfico do RJ é preso em hotel de luxo em Vila Velha, no ES

    29



    Elmo Lopes Silva Junior, conhecido no Sul Fluminense como “Juninho Nazaré” e “Americano”, estava foragido há cerca de três anos e seis mandados de prisão contra ele estavam em aberto. Chefe do tráfico do Rio de Janeiro é preso em Vila Velha
    A Polícia Civil do Espírito Santo prendeu nesta quarta-feira (20) um homem de 33 anos suspeito de chefiar o tráfico de drogas no Sul Fluminense.
    A ação integrada foi comandada pela 1ª Delegacia Regional de Vitória e contou com o apoio da Divisão Especializada de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP), da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Guarda Municipal de Vila Velha e da Polícia Civil do Rio de Janeiro.
    Segundo a polícia, Elmo Lopes Silva Junior, conhecido no Rio como “Juninho Nazaré” e “Americano”, estava foragido há cerca de três anos e seis mandados de prisão contra ele estavam em aberto.
    O homem foi preso na recepção de um hotel de luxo em Vila Velha, na Grande Vitória. Na hora da prisão, ele quebrou alguns celulares e tentou subornar os policiais.
    Elmo responde pelos crimes de organização criminosa, tráfico e associação para o tráfico de drogas, porte de arma de uso restrito, roubo a banco, explosão de caixas eletrônicos e homicídios.
    As investigações apontam que o preso atuava em Barra Mansa e Volta Redonda.
    Segundo a polícia, Elmo Lopes Silva Junior, conhecido no Rio como “Juninho Nazaré” e “Americano”, estava foragido há cerca de três anos
    Divulgação/Portal dos Procurados
    “Nós iniciamos as diligências na noite dessa terça-feira, no Aeroporto de Vitória, pois havia a informação de que o suspeito tinha a intenção de sair do país. Essas diligências se estenderam até esta quarta-feira de manhã, até que o localizamos em um hotel de luxo no município de Vila Velha”, explicou o titular da 1º Delegacia Regional de Vitória, delegado Rafael Corrêa.
    Com o preso foram apreendidos R$ 19.502, seis celulares, um notebook, joias, documentos falsos em nome de duas pessoas, além de contrato de locação de imóvel com nome falso, caderno com anotações financeiras e um veículo de luxo.
    Além do cumprimento dos seis mandados, o homem foi autuado em flagrante pelos crimes de corrupção ativa, resistência, uso de documento falso e falsidade ideológica.
    Ele será encaminhado ao sistema prisional capixaba e a decisão sobre sua transferência para o Rio ficará a cargo do Poder Judiciário.
    Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo


    Fonte: G1