Certificado internacional Bandeira Azul é renovado em Cabo Frio, RJ, pelo quarto ano consecutivo | Região dos Lagos

0
17


Foi renovado pelo quarto ano consecutivo o certificado internacional de qualidade ambiental Bandeira Azul na Praia do Peró, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (1º).

O júri internacional, reunido em Copenhague, na Dinamarca, divulgou os locais que vão receber a certificação ambiental e sustentável na temporada de 2021/2022. O Brasil conquistou 28 aprovações, sendo 22 praias. Além do Peró, a praia do Sossego, em Niterói, e a Praia e a Reserva, no Rio, foram contempladas com o selo ecológico.

De acordo com Leana Bernardi, coordenadora do Programa Bandeira Azul no Brasil, o ano foi desafiador para que as praias e marinas cumprissem com todos os critérios estabelecidos pelo programa.

“Por conta da pandemia, houve dificuldade para alguns em realizar testes de balneabilidade da água e certas atividades relacionadas ao programa. No entanto, com a ajuda de nossos parceiros, todos os critérios foram cumpridos, ganhando reconhecimento do júri nacional e internacional “, disse Leana.

A cerimônia de entrega das bandeiras será realizada entre novembro e dezembro, no início da temporada de verão no hemisfério sul.

Com 7,2 kms de costa com águas cristalinas, a Praia do Peró é a única no mundo onde a Bandeira Azul foi conquistada a pedido da comunidade, no caso os Amigos do Peró, entidade que luta pela preservação da orla da praia, que integra o Parque Estadual da Costa do Sol e a Área de Proteção Ambiental do Pau-Brasil. O programa é coordenado no Peró por Paloma Arias.

Para se qualificar para o Prêmio Bandeira Azul, uma série de critérios com foco em gestão ambiental, qualidade da água, educação ambiental, seguranças e serviços, turismo sustentável e responsabilidade social devem ser atendidos, mantidos e comprovados anualmente.

O principal objetivo do Programa Bandeira Azul é conscientizar a sociedade, empresários do segmento náutico e gestores públicos quanto à necessidade de proteger ambientes marinhos e costeiros, incentivando a realização de ações com foco em qualidade e proteção ambiental.



Fonte: G1