Centro Cultural aldeense promove live class sobre música e educação inclusiva

0
35


Os interessados em aprender sobre o ensino da música como ferramenta de inclusão social devem ficar atentos à realização da live class “Música & Inclusão” que acontecerá na próxima segunda-feira (17), às 20h. A iniciativa é uma realização do Centro Cultural Art Studio, de São Pedro da Aldeia, como contrapartida da Lei Aldir Blanc. A aula virtual terá transmissão ao vivo pelo site do espaço cultural, em https://www.centroculturalartstudio.com/live.

De acordo com a sócia-diretora executiva da unidade, Ludmila Travassos, a proposta é disseminar conhecimentos acerca da inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais (NEE) ao currículo escolar regular. “A instituição escolar inclusiva tem o papel de adaptar-se ao aluno – e não o oposto –, e a música é uma excelente ferramenta para esse processo inclusivo. Dar às crianças com necessidades especiais as mesmas responsabilidades que os demais alunos têm é condição essencial para que possamos promover uma educação igual para todos, conforme prevê a nossa Constituição Federal”, destacou.

Durante a live class serão abordados temas como a identificação de uma criança com transtorno ou déficit e as formas de trabalhar a sua inclusão na turma. O conteúdo será ministrado pela musicista e fonoaudióloga Raquel Oliveira, pós-graduada em Psicopedagogia Clínica e Institucional e Mestre em Educação Especial no Domínio Cognitivo e Motor. “A aula será aberta a educadores, pais, responsáveis e todos aqueles que almejam promover uma cultura inclusiva”, ressaltou Ludmilla.

Em São Pedro da Aldeia, o Centro Cultural atua há mais de 20 anos com foco na educação cultural e no incentivo à prática coletiva da música, através de espetáculos, aulas, cursos e treinamentos para jovens estudantes. Desde 2015, a unidade trabalha também com atividades virtuais, transmissão dos eventos e publicação de videoaulas para os alunos inscritos. “As aulas de música também têm sido muito procuradas para ajudar pessoas com necessidades educacionais especiais a despertarem para seus talentos e dons”, complementou a sócia-diretora pedagógica, Sonja Martins.

Centro cultural combina o ensino à distância com aulas presenciais
Foto: Divulgação/Art Studio

Assistência financeira emergencial

No município, o Centro Cultural Art Studio foi um dos 48 espaços beneficiados com o subsídio do Governo Federal, via inciso 2 da Lei Aldir Blanc, criada para apoiar a manutenção de espaços artísticos e culturais que tiveram suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social.

Segundo Ludmilla, além de auxiliar a continuidade das atividades do centro, a chegada dos recursos da Aldir Blanc impulsionou as iniciativas de ensino através das tecnologias digitais. “A Lei Aldir Blanc foi muito importante porque contribuiu para a infraestrutura do nosso aparelho cultural e deu condições para que todos nós, fazedores de Cultura, pudéssemos nos adequar à nova fusão da linguagem tecnológica e artística durante a pandemia”, disse.



Fonte: Prefeitura de São Pedro da Aldeia