Casimiro de Abreu avança na implantação do Ceam – Casimiro de Abreu

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Representantes do poder público municipal e das polícias Civil e Militar se reuniram na tarde da última quinta-feira, 7, na Secretaria Municipal de Assistência Social, para acertar os últimos detalhes para implantação do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) em Casimiro de Abreu. A unidade, oferecerá atendimento social e psicológico a mulheres vítimas de violência e acompanhamento jurídico de casos de violência contra a mulher denunciados.

Segundo a secretária de Assistência Social, Karen Louzada, o Ceam é mais uma importante conquista para as mulheres e um equipamento fundamental no enfrentamento à violência doméstica. “Temos uma rede de proteção, que está sendo cada vez mais fortalecida no município. No Ceam, nós poderemos não só ouvir como acompanhar essa mulher e está oferecendo, de forma integral, tudo que ela merece e todos os seus direitos. Além disso, junto ao Ceam, implantaremos também o projeto Empoderadas para ampliar ainda mais a rede de proteção as mulheres do nosso município”, disse Karen.

Também será implantado no município o Programa Patrulha Maria da Penha, que consiste na atuação de forma preventiva e protetiva nos casos de violência contra à mulher, por meio de acompanhamento com medidas protetivas de urgência pelos Patrulheiros da Guarda Municipal, com a cooperação dos órgãos e entidades que constituem a rede de atendimento às mulheres em situação de violência.

Karen acredita que a implantação do Ceam, aliada a Patrulha Maria da Penha e o Empoderadas, trará uma nova perspectiva nos direitos das mulheres casimirenses. “Era o que precisávamos para completar os equipamentos especializados no enfrentamento do combate à violência. O número de casos de violência contra as mulheres vem crescendo e o feminicídio faz parte de uma triste realidade. Nossa missão é criar mecanismos para coibir esse tipo de violência no nosso município”, afirmou.



Fonte: Casimiro de Abreu