Casal desaparecido não foi à farmácia e polícia dá versões sobre o que pode ter acontecido

    0
    163

    Policiais da Delegacia de São José dos Pinhais estão traçando novas informações sobre o desaparecimento do casal Liliana Vargas de Lima, 33 anos, e Felipe Augusto Coelho de Azevedo, 25 anos, sumidos há 16 dias. O que a polícia tem certeza é que eles não estiveram em nenhuma farmácia da região e saíram de casa após idas e vindas do condomínio, conforme imagens de câmeras de segurança (assista abaixo). O carro do casal foi encontrado incendiado em Campo Magro, na região metropolitana de Curitiba.

     

    Liliana e Felipe estão juntos há 3 anos. Foto: Reprodução/Facebook

     

    O delegado Fabio Machado, que comanda as investigações, afirma que a polícia já trabalha com a hipótese de que um crime possa ter ocorrido. “Sim, trabalhamos com hipótese de um crime. Foi noticiado que lá no dia 15 eles teriam saído de casa por volta das 10 da manhã e não mais retornado. A filha teria entrado em contato com a avó por volta das 17 horas e dito que os pais tinham desaparecido. Mas, não foi bem isso. Justamente, as versões estão conflitantes. Constatamos pelas câmeras de segurança que o casal entra e sai do condomínio várias vezes e uma última vez às 21h08. A família disse que eles teriam ido a farmácias, mas eles não estivessem em nenhuma delas, próximo a região”, contou à Banda B.

     

    Fabio Machado, delegado de SJP. Foto: Banda B

     

    Segundo o delegado, Liliana possui uma medida protetiva de 2019 contra o marido. “Por indícios, há possibilidade de crime, um feminicídio, talvez. Ela tinha uma medida protetiva em vigência contra ele, o casal teria reatado recentemente. Ou ainda um homicídio com relação ao tráfico de drogas, verificamos que ela teria um antecedentes justamente por tráfico de drogas. Estamos cruzando as informações”, descreveu, durante a entrevista.

    O casal está junto há três anos e mora em um condomínio no bairro Colônia Rio Grande há três meses. Após uma breve separação que culminou no registro da medida protetiva, o casal reatou e casou oficialmente. Os dois filhos – a adolescente de 15 anos, filha de Liliana, e o bebê do casal de apenas um ano – estão sob os cuidados dos avós maternos.

    Carro

     

     

    Na última terça-feira (28), o carro do casal, um Fiat Palio, foi encontrado totalmente incendiado no município metropolitano de Campo Magro. “Durante as investigações, o carro foi encontrado incendiado, totalmente destruído. Nossa equipe foi até o local e o corpo encontrado não tem nenhuma semelhança com o Felipe, seria, a princípio, um andarilho morto no local. A evidência mais forte é que sim, houve um homicídio do casal e a queima do carro em outro município. Existe a hipótese de eles estarem escondidos por algum motivo, mas é uma versão muito remota”, finalizou o delegado à Banda B.

    Segundo o Instituto Médico Legal (IML), o corpo encontrado ao lado do carro seria de um homem identificado como Rogério Balbino.

    Investigações

    Policiais aguardam câmeras da Polícia Rodoviária Federal e Estadual para traçar o caminho percorrido por eles. Segundo a Polícia Civil, Felipe não tem passagens pela polícia, mas Liliana possui registro por tráfico de drogas, embora não estivesse com investigações ativas no momento.

    Vídeo

    Assista ao vídeo do momento em que o casal deixa o condomínio, antes de desaparecer:

    Publicado primeiro em Banda B » Casal desaparecido não foi à farmácia e polícia dá versões sobre o que pode ter acontecido


    Fonte: Banda B

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui