Búzios realiza primeira etapa do mutirão para inserção do DIU 

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


A ação faz parte do Programa de Planejamento Familiar do município

A primeira etapa do mutirão para a inserção do Dispositivo Intrauterino (DIU) aconteceu neste sábado (7), e atendeu 15 mulheres que fazem parte do Programa de Planejamento Familiar do município. Os procedimentos se repetirão no dia 21 de maio, em que mais 15 mulheres do programa também irão colocar o método contraceptivo.

“Temos muito a agradecer. Um time de profissionais que está ajudando a garantir o direito ao controle de natalidade das mulheres de Búzios”, disse o secretário de Saúde, Leônidas Heringer.

O DIU é considerado um dos mais seguros, com 99,3% de eficácia comprovada. É indicado para mulheres que não desejam interrupção do seu ciclo menstrual e para aquelas que não querem ou não podem utilizar hormônios. Após a colocação é previsto o retorno à UBS para uma revisão após um mês, onde a mulher também será orientada sobre a avaliação periódica. Caso precise, será encaminhada ao médico especialista.

O primeiro passo para solicitar a colocação do DIU no SUS é simples. Com o cartão do SUS em mãos, procure a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro onde você mora para solicitar a sua inclusão no Programa de Planejamento Familiar. O meio contraceptivo a ser utilizado para o planejamento familiar é uma escolha da mulher, que é acompanhada pela equipe das coordenações de Atenção Primária e de Programas de Saúde do município. Após esse acompanhamento, e tomada a decisão pelo DIU, as marcações são realizadas conforme a demanda.

Os dispositivos são solicitados ao Governo do Estado, com a chegada desse insumo é marcada a data de colocação no Hospital Municipal Rodolpho Perissé (HMRP). A Prefeitura de Búzios, por meio da Secretaria de Saúde, está organizada para disponibilizar de forma rápida e segura esses serviços as mulheres do município que passarem pelo Programa de Planejamento Familiar.

O DIU não incomoda durante as relações sexuais e pode ser utilizado mesmo por mulheres que nunca engravidaram e durante o período de amamentação. O DIU é um método contraceptivo e não previne infecções sexualmente transmissíveis.



Fonte: Jornal de Sábado