BÚZIOS/ Desentendimento entre policial e bombeiro durante ocorrência termina em agressão

Um policial civil e um bombeiro se desentenderam em frente à 127ª DP (Armação de Búzios), na tarde desta sexta-feira (26). A situação, conforme denúncias, resultou em uma agressão física.

Segundo relatos, o Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar socorro a uma pessoa não identificada. No local, o agente teria se exaltado ao ser pedido para que não interferisse no atendimento e agredido o bombeiro com um tapa no rosto.

De acordo com testemunhas, a motivação para o desentendimento teria sido a recusa de uma mulher, que estava tentando realizar um boletim de ocorrência após ser agredida pelo companheiro, em ser levada ao hospital. O policial teria ordenado que o bombeiro a transportasse para a emergência. No entanto, visto que a vítima estava lúcida, ela recusou.

Com isso, o bombeiro teria respeitado o desejo da mulher, o que culminou na confusão, já que o agente, segundo testemunhas, queria ela fosse levada.

Quem estava no local afirma que a mulher ficou por horas tentando realizar um B.O, mas acabou desistindo devido à demora. Inclusive, relatos apontam que o agressor teria sido liberado antes do registro da ocorrência e que a vítima não necessitava de atendimento de emergência, mas os fatos não foram confirmados pelas autoridades.

Após a agressão, o policial teria recebido voz de prisão. Diante disso, o agente, ainda de acordo com a denúncia, ficou ainda mais revoltado, então sacou a arma e apontou para o bombeiro.

Por fim, o bombeiro registrou um boletim de ocorrência contra o policial.

Diante da denúncia, o Portal RC24h entrou em contato com a Polícia Civil para esclarecer o que, de fato, teria acontecido. Em nota, foi comunicado que os dois envolvidos teriam se desentendido durante uma ocorrência no local e que serão ouvidos na próxima semana.

Confira a nota na íntegra:

“De acordo com a 127ª DP (Armação dos Búzios), houve um desentendimento entre o oficial dos bombeiros e o agente que atenderam a ocorrência. Um procedimento policial foi instaurado para apurar os fatos. Eles serão ouvidos na próxima semana. A investigação está em andamento”.


Fonte: Polícia RC24H