Atiradores que mataram advogado já foram identificados e delegada pede que eles se entreguem ainda hoje

    92

    Os três atiradores que mataram o advogado Igor Martinho Kaluff, de 40 anos, e Henrique Mendes Neto, 38, em um posto de combustíveis no Centro de Curitiba, no final da tarde de quinta-feira (11), já teriam sido identificados pela polícia. A delegada da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) Tatiana Guzela, que investiga o caso, pediu para que os criminosos se apresentem à polícia ainda hoje (12).

    “Já temos fortes indícios de quem sejam os atiradores, inclsuvie alguns já foram identificados. Por isso, já mando um recado para eles: venham a essa unidade policial, hoje ainda, se apresentem. Se isso não ocorrer, não só a divisão vai representar pela prisão de vocês, como vocês serão presos por nós”, disse a delegada.

    (Foto: Reprodução)

    O suspeito de ser o mandante do crime também já foi identificado e preso durante a madrugada desta sexta-feira (12) pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A prisão em flagrante aconteceu em menos de dez horas após o crime.

    De acordo com informações apuradas pela Banda B, a prisão do suspeito aconteceu na casa dele, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, por volta das 5 horas. Ele foi levado para a DHPP.

    Ainda segundo Guzela, todos os atiradores tem experiência com o uso de armas de fogo e um deles já teria, inclusive, feito parte de uma força pública de segurança. Os três seriam de Curitiba.

    Caso

    Dois homens em um posto de combustíveis, limite entre Batel e Centro de Curitiba, foram mortos a tiros por dois suspeitos armados. O caso aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (11). Câmeras de segurança no local registraram toda a ação dos atiradores. Nas imagens, é possível ver um dos suspeitos tirando uma arma da cintura e apontando contra um grupo de quatro pessoas sentadas ao redor de uma mesa do estabelecimento, entre elas o advogado Igor Martinho Kaluff.

    Outro suspeito armado, com uma garrafa na mão, se aproxima e acompanha a discussão que se desenrola. Duas pessoas que estavam sentadas na mesa saem do posto durante a briga e na sequência um terceiro suspeito armado entra no local. Nesse momento dois atiradores entram em ação e as duas vítimas são mortas dentro da loja de conveniência.


    Fonte: Banda B