Ambulante das Prainhas do Pontal do Atalaia, em Arraial do Cabo, morre após ser baleado



Criminoso fugiu, segundo a Polícia Militar. Prefeitura disse que vítima atuava de forma irregular e que o homicídio ocorreu longe das areias da praia, no local usado para guardar materiais de trabalho. Homem morre na praia do Pontal do Atalaia, em Arraial do Cabo
Um ambulante que atuava nas Prainhas do Pontal do Atalaia, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, morreu após ser baleado durante uma briga com outro homem. O crime que vitimou Lucio Cabral, de 28 anos, ocorreu no começo da noite deste domingo (29).
A Prefeitura de Arraial do Cabo disse que a vítima trabalhava de forma irregular e que o homicídio ocorreu longe das areias da praia, no local usado para guardar materiais de trabalho. Segundo a Polícia Militar, o homem que atirou fugiu do local e o corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio.
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a vítima ostentando uma arma (veja acima). O crime foi registrado na 132ª Delegacia de Polícia, em Arraial do Cabo, que investiga o caso.
O g1 perguntou à Polícia Civil sobre a motivação do crime e se algum suspeito foi detido. Mas, até a última atualização desta reportagem, a Polícia respondeu que “testemunhas foram ouvidas e diligências estão em andamento para esclarecer todos os fatos”.
Em nota, a Prefeitura disse ainda que o homem baleado não era um ambulante legalizado, e que trabalhava de forma irregular na praia.
Sobre a atuação de ambulantes ilegais na praia, explicou ainda que apenas auxilia na fiscalização nas Prainhas do Pontal do Atalaia quando necessário. Por se tratar de uma área da Reserva Extrativista Marinha, a responsabilidade é do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio).



G1 Região dos Lagos