Aluno da E. M. Rubem Arruda vence etapa estadual de concurso cultural do Ministério Público do Trabalho

0
11


Um dos destaques do concurso municipal “Projeto resgate à Infância”, o aluno da Escola Municipal Rubem Arruda, Dharlan Guilherme dos Santos, venceu a etapa estadual da competição a respeito da erradicação do trabalho infantil. Dharlan foi campeão da competição organizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), com a música “A história de João”. Na tarde desta quarta-feira (08), o estudante recebeu o prêmio na sede do MPT, em Cabo Frio.

O aluno, que ganhou um tablet como gratificação, contou como foi o processo de criação da canção. “Li sobre as leis que proíbem o trabalho infantil e decidi começar a fazer rimas no meu caderno. Juntei todas as frases e completei com a melodia que fiz no meu teclado. Estou feliz em receber esse prêmio hoje”, disse Dharlan.

Quem também foi premiada pelo incentivo, foi a professora Mirian Gomes Vaz, responsável por orientar o aluno no projeto. “Eu estou maravilhada. Já trabalho há um tempo com a turma do Dharlan e durante o projeto coloquei algumas dicas sobre rimas no nosso grupo de orientação. Ele captou muito bem e concorreu com inúmeras outras pessoas, alcançando esse resultado. É excelente esse reconhecimento, que será um incentivo a outros alunos”, comemorou.

Imagem: SEMED/PMSPA

Para a idealizadora do projeto na Secretaria e coordenadora de Educação Preventiva, Maria Regina Rosa, o resultado expressa a sensação de gratidão e reforça a torcida do aluno que irá concorrer na categoria música, na etapa nacional. “”É muito gratificante a gente participar de um projeto no formato do “Resgate à Infância”, que tem toda uma proposta legal para nossas crianças e adolescentes. E, agora, nosso aluno estará concorrendo em nível nacional, contando com a torcida de toda a Secretaria de Educação”, contou a coordenadora.

Estiveram presentes na premiação, a subsecretária de Educação, Kátia Moreno Santana, o pai do aluno, Wellington de Oliveira Souza, a assessora pedagógica, Kelly Miranda, e a representante do Ministério Público do Trabalho, Roberta Ferreira Di Fazio.

A iniciativa, promovida pelo Ministério Público do Trabalho e realizada pela Coordenação de Educação Preventiva, é uma das ações para celebrar o “Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil”. No Brasil, segundo o IBGE, cerca de 1,8 milhão de crianças e adolescentes com idades entre 5 e 17 anos estão em situação de trabalho infantil, e, desse total, 706 mil estão em ocupações consideradas como piores formas de trabalho.



Fonte: Prefeitura de São Pedro da Aldeia