Volkswagen vai ‘matar’ câmbio manual até 2030

0
13


Alavanca câmbio manual VW Golf GTI 2022

Avanço dos sistemas autônomos e da eletrificação irá forçar adoção do câmbio automático como padrão para todos os modelos

 

O avanço dos sistemas de condução autônomos e da transição para a mobilidade elétrica fará com que os carros com câmbio manual virem raridade no mercado de carros novos – ao menos na Europa. Para a Volkswagen, a data-limite de uso deste tipo de transmissão será 2030, quando todos os modelos zero-quilômetro da marca no Velho Continente deverão ter câmbio automático.

A informação foi revelada pela revista alemã Auto Motor und Sport, que indicou que a mudança irá afetar não somente a Volkswagen, como as demais marcas do grupo que ainda utilizam câmbio manual (Audi, Skoda e Seat). A próxima geração do Tiguan, prevista para 2023 e já confirmada pela Volkswagen junto a um novo Golf, deverá ter somente opções automáticas. A mudança também será aplicada no mesmo ano ao sucessor do atual Passat.

No Brasil, a recém-chegada linha 2022 do T-Cross teve justamente como uma das principais mudanças o fim da oferta de câmbio manual. Modelos como Nivus e até mesmo os esportivos Polo e Nivus GTS já foram lançados exclusivamente com caixa automática de seis marchas. Atualmente, os únicos Volkswagen vendidos no Brasil que possuem unicamente versões com câmbio manual são o Fox e a Saveiro.

Vale lembrar que a eletrificação, por si só, não inviabiliza o uso de caixas com acionamento manual – um exemplo é o conceito Jeep Magneto, elétrico 4×4 que traz câmbio manual de seis marchas. O principal impeditivo técnico é a incompatibilidade da caixa manual com o funcionamento adequado de sistemas autônomos de condução, como a frenagem de emergência.

Fotos: Divulgação/VW



Fonte: Revista Carro