Toyota pagará R$ 7 bilhões a donos de Hilux e SW4 diesel

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Assim como a Volkswagen sofreu com o escândalo do dieselgate, a Toyota está enfrentando problemas relacionado ao óleo combustível. Na Australia, a marca terá de pagar US$ 1,5 bilhão (aproximadamente R$ 7 bilhões) aos donos de Hilux, SW4 e Land Cruiser Prado por defeitos relacionados ao motor diesel.

Especificamente o filtro de partículas do motor diesel foi desenvolvido para eliminar os poluentes antes de eles saírem pelo escapamento. Contudo, alguns Toyota na Austrália têm apresentado defeitos no sistema, ocasionando fumaça branca no escapamento e um cheiro característico bastante forte.

O consumo de combustível também aumenta, assim como o barulho e o desgasto do conjunto mecânico. Com isso, um processo movido por diversos donos dos Toyota Hilux, SW4 e Land Cruiser Prado afirmam que esse defeito fez com que seus carros desvalorizassem em média 17,5% a mais que rivais equivalentes.

Toyota SW4 (divulgação)

A Toyota terá de fazer reparos em seus modelos, além de fazer compensações financeiras a cada um dos donos. Com isso, o processo tem multa em R$ 7 bilhões. Ainda não foram anunciadas as medidas que a marca japonesa tomará por conta do processo, afirmando apenas que vai considerar o primeiro julgamento antes de dar algum passo.

Não há indícios de que o filtro de partículas defeituoso que afeta Hilux, SW4 e Land Cruiser Prado na Austrália também prejudica o trio de modelos em outros países. Vale lembrar que no Brasil, Hilux e SW4 são produzidos na Argentina. Já o Land Cruiser Prado não é vendido mais em nossos país há mais de 15 anos.

Toyota Land Cuiser Prado [divulgação]
Toyota Land Cuiser Prado [divulgação]

>>Toyota sobe preço de Yaris, mas abaixa os do Corolla no Brasil

>>Toyota vai fechar sua primeira fábrica construída no Brasil

>>Hilux elétrica? Minivan com base da picape ganha versão a bateria



Fonte: Revista Carro