Toyota Corolla Hybrid ficará mais potente para brigar com Civic e:HEV

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


O carro mais vendido do mundo passará por mudanças visuais ainda neste ano, mas também acompanhadas de uma dose extra de pimenta. A Toyota já deixou claro que o Corolla reestilizado está a caminho, tanto que anunciou investimento de R$ 50 milhões no Brasil para produzir o sedã renovado, que estreia lá fora neste ano e por aqui em 2023.

Só que o mais interessante de tudo foi revelado oficialmente antes da hora pela Toyota Austrália. A filial da terra do canguru anunciou que o Corolla Hybrid ficará mais potente. O sistema híbrido terá ganho de 11 cv na reestilização, subindo de 122 cv para 133 cv. Isso será possível por conta do novo motor elétrico mais potente.

A Toyota não mexerá no motor 1.8 quatro cilindros aspirado, que aqui no Brasil é flex. Contudo, as baterias serão novas e terão maior capacidade de carga. Junto ao novo motor elétrico mais potente e eficiente, o Corolla Hybrid 2023 deverá ficar mais econômico. Hoje ele faz 16,3 km/l na cidade e 14,5 km/l na estrada quando abastecido com gasolina.

Toyota Corolla Hatch [divulgação]
Toyota Corolla Hatch [divulgação]

O aumento de potência no Corolla híbrido tem um motivo bem especial: o Honda Civic e:HEV está chegando. A nova geração do sedã médio da Honda recebeu sistema híbrido do Accord com 184 cv e que promete ser mais eficiente que o Toyota.

Não foram citadas possíveis alterações no motor 2.0 Dynamic Force quatro cilindros aspirado do Toyota Corolla. Hoje ele entrega 177 cv e deve permanecer como está por mais um tempo. Vale lembrar que o sedã usa câmbio CVT com dez marchas simuladas nas versões 2.0 e sem simulação de marcha no híbrido.

Toyota Corolla
Toyota Corolla [divulgação]

Tapa no estilo e mais tecnologia

Mas o que mudará no visual do Toyota Corolla? A versão GR lançada recentemente dá algumas pistas de que a reestilização deve ser tímida. O modelo terá novos faróis com foco na iluminação full-LED para todas as versões. Além disso, a grade frontal mudará e os para-choques também. Lanternas traseiras podem receber novo esquema de luzes.

Por dentro, a Toyota da Austrália já adiantou que o Corolla terá entradas USB do tipo C, mais rápidas, seguras e que permitem maior fluxo de energia para carregamento de celular. A central multimídia de 8 polegadas poderá crescer para 10,5 polegadas, adotando o mesmo conjunto do RAV4.

Toyota Corolla
Família Toyota Corolla [divulgação]

Além disso, o Corolla 2023 pode traz o painel de instrumentos totalmente digital de 12,3 polegadas para as versões mais caras. A divisão australiana ainda confirmou a chegada do Connected Services para o Corolla, com internet à bordo o tempo todo, chamada de emergência em caso de colisão e rastreamento em caso de roubo.

>>Exclusivo: próxima geração do Toyota Yaris não será vendida no Brasil

>>Honda ZR-V: esse é o nome oficial do Civic Cross que virá ao Brasil

>>Toyota Supra finalmente ganha versão manual para se diferenciar da BMW



Fonte: Revista Carro