Toyota Corolla Cross ganha versão esportiva assinada pela Modellista

0
20


Segundo SUV médio mais vendido do Brasil, o Toyota Corolla Cross começa a ganhar algumas novidades fora do nosso país. Na Tailândia, onde foi lançado muitos meses antes, o modelo acaba de receber a versão esportiva Modellista oferecida por 1.130.500 baths (R$ 182.817) na versão Premium e por 1.240.500 baths (R$ 200.606) na Safety.

Até então, a grife Modellista da Toyota era oferecida somente no Japão, sendo o Corolla Cross o primeiro modelo fora do país de origem da marca a ser ofertado nessa configuração. Em relação ao modelo padrão ele traz saia dianteira mais esportiva, grade frontal totalmente preta e retrovisores no mesmo tom.

 [divulgação]
[divulgação]

Na lateral, ganham destaque as saias proeminentes e as novas rodas de liga-leve de 18 polegadas calçando pneus 225/50 R17. A traseira recebe nova saia que tenta esconder um pouco do sistema de escape excessivamente aparente do Toyota Corolla Cross.

A cabine tem como diferencial o couro vermelho no local do bege usado na versão topo de linha XRX. Ele ainda traz nova central multimídia de 8 polegadas, uma polegada a mais que a versão nacional. Contudo, a parte traseira da tela continua com tubo como nas televisões antigas que bravamente ainda resistem no Brasil.

 [divulgação]
[divulgação]

Não há alteração mecânica. Por isso, o Toyota Corolla Cross Modellista segue com motor 1.8 quatro cilindros aspirado a gasolina ligado a um elétrico para entregarem juntos 122 cv. Aqui no Brasil o sistema é idêntico, mas propriamente convertido a flex. O câmbio é automático CVT sem marchas simuladas e a tração é dianteira.

Vale ressaltar que o Corolla Cross Modellista será vendido somente na Tailândia. A marca japonesa limitou a produção do modelo a apenas 250 unidades, distribuídas nas configurações Premium e Safety.

>>Taos vs Corolla Cross: qual real alternativa ao Compass? | Comparativo

>>Corolla Cross Hybrid: conforto de Corolla, consumo de Kwid | Avaliação

>>Toyota Corolla Cross é Corolla de verdade, mas tem poréns | Avaliação



Fonte: Revista Carro