Top 10: conceitos que não chegaram às ruas brasileiras

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Fiat Uno Cabrio

Seja pelo design ou pela proposta inusitada, muitos conceitos que brilharam em edições passadas do Salão de São Paulo nunca chegaram às nossas lojas… ou chegaram totalmente repaginados

Alguns carros-conceito são tão legais que nos marcam, seja pelo visual ousado, seja pela proposta inovadora. Outros geram mais polêmica que fãs… e muitas vezes pelos mesmos motivos citados. A seguir a Revista Carro lista 10 conceitos que foram exibidos em edições passadas do Salão do Automóvel de São Paulo, mas que infelizmente nunca chegaram às ruas.

VW T-Cross Breeze

1 – VW T-Cross Breeze

O T-Cross chegou, sim, às ruas. Mas sua versão conversível apresentada na edição de 2016 do Salão de São Paulo apenas antecipava as linhas gerais do futuro SUV compacto. Na época, a apresentação de um conversível foi uma grata surpresa e houve aqueles que torceram para que a opção de teto retrátil também fosse oferecida. Sua primeira aparição foi no Salão de Genebra, dando as caras em São Paulo meses depois.

Fiat FCC4

2 – Fiat FCC4

O conceito FCC4, apresentado em 2014, trazia uma picape bem futurista que nunca chegou às linhas de produção. Por outro lado, antecipava a chegada da Toro, marcando a estreia da marca entre as picapes intermediárias e ainda com produção nacional. O FCC4 tinha um estilo bem arrojado, com o teto baixo, vidro traseiro inclinado e caçamba fechada. Fez jus ao nome, já que a sigla FCC vinha de Fiat Coupe Concept. A dianteira também era um espetáculo à parte, com os grupos ópticos separados como veríamos na picape de produção.

VW GT Concept

3 – VW GT Concept

Em 2016, outro conceito que chamou muito a atenção do público no estande da VW foi o GT Concept, uma versão de apelo esportivo do Gol, com duas portas e uma belíssima pintura cinza metálica com diversos detalhes em vermelho. O visual se destacava ainda pelos para-choques dianteiro e traseiro mais agressivos, exibindo entradas de ar maiores e luzes de LED integradas. Na época, a fabricante deixou claro que se tratava apenas de um exercício de design, mas muitos fãs esperavam que ele pudesse virar um modelo de produção. Quem sabe uma série especial…

Hyundai Creta STC

4 – Hyundai Creta STC

Podemos dizer que 2016 foi uma edição incrível para o Salão de São Paulo quando o assunto são os conceitos. Quem também aparecia era a picape Creta STC, uma versão com caçamba derivada do SUV Creta. Desenvolvido em conjunto pelas engenharias da Coreia e do Brasil, seu nome veio da sigla Sport Truck Concept. Além da pintura verde, exibia linhas de cupê que visavam agradar o público mais jovem. Desde então se fala de uma picape do Creta, mas que ainda hoje não saiu do papel.

Fiat Uno Cabrio

5 – Fiat Uno Cabrio

Em 2010 a Fiat atraía olhares para seu estande com um conceito do Uno, mas conversível. A opção sem teto ficou no mínimo curiosa, além de trazer um para-choque mais agressivo, faróis escurecidos e, na traseira, lanternas translúcidas. Com duas portas, trazia espaço para apenas dois ocupantes, com uma espécie de santantônio de metal seguindo o contorno dos bancos como sistema de proteção em caso de capotamento. O conceito, na realidade, não tinha sequer teto, seja de lona ou rígido. Funcional e pronto para o uso – exceto pela questão do teto inexistente – muitos acreditaram que pudesse ser um indício do retorno do Uno Turbo. Não era.

Chevrolet GPix

6 – Chevrolet GPix

É verdade que o GPix deu origem ao Agile, mas com linhas muito diferentes do conceito apresentado em 2008. O crossover com toques de cupê teve seu nome originado de “G” para Global e “PiX” vindo de “picture”. Totalmente desenvolvido no Brasil, ele levou ao projeto Viva, que nasceu com o Agile cerca de um ano depois. No desenho final do modelo de produção restou a grade frontal dividida e o aplique em preto na coluna C.

Honda Urban EV Concept

7 – Honda Urban EV Concept

Compacto, elétrico e criado para as cidades, o Urban EV Concept tinha um toque retrô aliado à simplicidade que chamou a atenção quando foi exposto em São Paulo em 2018. Além das portas com abertura invertida, o destaque ficava com as mensagens exibidas na dianteira, indo de a saudações conselhos para os outros motoristas. Ele já antecipava a visão da Honda sobre eletrificação e acabou dando origem a um modelo comercializado na Europa e no Japão. Do conceito, ficaram as linhas gerais e os faróis arredondados. Aqui no Brasil, porém, ele nunca foi comercializado.

Nissan Versa S-Tech

8 – Nissan Versa S-TECH

O sedã Versa ganhou um design mais esportivo no conceito S-TECH, apresentado em 2018. Por fora, o destaque era a pintura em prata com o teto em preto brilhante, além dos detalhes na cor laranja na dianteira e nas laterais do veículo. Atrás, um aerofólio completava o estilo. No final, o Versa esportivado nunca chegou às ruas, servindo apenas como um estudo de design.

9 – Toyota Yaris GR-S Concept

Também em 2018 a Toyota apresentava em seu estande a linha GR, incluindo o Yaris GR-S Concept, um carro-conceito que leva o DNA da divisão esportiva Gazoo Racing, mas desenvolvido pelo Centro de Design da Toyota do Brasil. Em relação ao hatch convencional, mudavam as rodas, faróis, aerofólio e até havia suspensão rebaixada. Ainda que lá fora seja comercializado o GR Yaris, aqui o modelo nunca ganhou as ruas em opções Gazoo Racing: seja só uma mudança estética ou mesmo com atualizações mecânicas.

Renault Kwid Concept

10 – Renault Kwid Concept

É, o Kwid chegou ao mercado brasileiro e faz sucesso. Mas ele é bem diferente daquele conceito estilo bugue que vimos no Salão de São Paulo de 2014. As portas estilo asa de gaivota, o drone acoplado e o interior futurista dificilmente chegariam mesmo às ruas. O protótipo aventureiro reunia um estilo divertido e ousado, sendo o primeiro carro-conceito concebido pelas equipes de estilo da marca em vários países, liderado pelo Brasil.

Fotos: Divulgação

Fonte: Revista Carro