Stellantis nega falha em câmbio automático ao Procon-SP; entenda

0
12


Foto: Divulgação

Em dezembro de2021, a Stellantis foi notificada pelo Procon-SP a explicar sobre problemas no sistema de arrefecimento do câmbio automático de alguns de seus modelos, de acordo com proprietários dos veículos.

Após ser questionada pelo Procon-SP sobre os problemas, a companhia negou a existência de defeito no câmbio/trocador de calor dos veículos ou irregularidades. A falha envolveria os veículos da Fiat (Argo, Cronos e Toro) e Jeep (Renegade e Compass). A montadora afirmou que o problema decorre de falta ou manutenção inadequada por parte dos proprietários.

+ Stellantis lidera em vendas no Brasil e América do Sul
+ Teste rápido: já aceleramos o novo Jeep Renegade turbo 4×4 flex (T270)
+ Avaliação: ao volante do Jeep Compass Limited T270 2022

O Procon-SP, então, solicitou que a empresa esclarecesse o caso, detalhasse informações sobre a quantidade de atendimentos realizados nas suas concessionárias, informasse sobre as medidas adotadas e por qual motivo o problema não foi tratado como recall, entre outros dados.

Apesar de não ter sido feita uma análise técnica de um engenheiro ou uma perícia nos veículos sobre a questão específica, o Procon-SP concluiu que a informação contida no manual do veículo sobre possibilidade de surgimento de problemas decorrentes do uso de um fluído de arrefecimento diferente daquele original de fábrica com um aditivo não recomendado deveria ser mais clara e objetiva.

“Havendo risco de corrosão ou desgaste prematuro baseado na conduta do consumidor, que é a parte vulnerável na relação de consumo, o alerta deveria ser destacado, conforme determina o Código de Proteção e Defesa do Consumidor”, diz a entidade.

Quantidade de modelos

De acordo com a montadora, dos 450.810 veículos que se encontravam dentro da garantia em 2020 no país, 302 foram atendidos em razão do problema. Em 2021, dos 502.493 veículos em garantia, 207 foram atendidos.

O Procon-SP afirma que “uma falha na informação – como sobre o uso correto do produto e riscos que possa apresentar em razão de uso diverso – também pode ser determinante para a realização de uma campanha de recall”.

O caso será encaminhado para a equipe de fiscalização para análise mais aprofundada e eventuais providências, conclui a entidade.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Rodízio de SP segue suspenso em janeiro; veja quando volta
+ IPVA SP 2022: pagamento à vista começa a vencer nesta segunda (10)
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ IPVA 2022: confira as tabelas do imposto de todos os Estados
+ CNH vencida: veja o grupo que precisa renovar o documento em janeiro
+ Quem está isento de pagar o IPVA 2022 em SP? Veja a lista
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Motoristas americanos deixam porta-malas abertos; entenda
+ IPVA 2022: Minas Gerais congela valor do imposto
+ Cadillac de Elvis Presley está sendo leiloado; confira





Fonte: Motor Show