Salão de Genebra de 2021 é cancelado por pandemia e problemas financeiros da organização

8



Empresa que promove o salão vai tentar vender a marca para a dona do centro de exposições. Marcas de carros também afirmaram que uma edição em 2022 é mais viável. Estandes do Salão de Genebra 2020 estavam em processo de montagem
Salvatore di Nolfi/Keystone via AP
A edição de 2021 do Salão Automóvel de Genebra foi cancelada devido às consequências financeiras da pandemia do coronavírus, anunciaram seus organizadores nesta segunda-feira (29).
Em uma declaração, o Comitê e o Conselho da Fundação do Salão Internacional do Automóvel indicam que “desistiram de organizar um evento em 2021 por razões óbvias: de acordo com uma pesquisa, a maioria dos expositores indicou que provavelmente não participará de uma edição de 2021 e que favorecerá uma próxima edição em 2022”.
“Não é certo que a situação da saúde permita a organização de um evento que atraia mais de 600 mil visitantes e 10 mil jornalistas na próxima temporada”, acrescentam os organizadores.
Tradicionalmente, o Salão do Automóvel de Genebra é realizado em março. A edição deste ano foi cancelada na última hora pela pandemia da Covid-19.
Os organizadores pediram ajuda financeira ao cantão de Genebra para cobrir as perdas causadas por esse primeiro cancelamento, estimado em 11 milhões de francos suíços (US$ 11,2 milhões), e para preparar uma nova edição.
No início de junho, as autoridades de Genebra aprovaram um empréstimo de 16,8 milhões de francos suíços, mas os organizadores do Salão decidiram rejeitá-lo nesta segunda-feira, pois não conseguiriam realizar o primeiro pagamento em junho de 2021.
Além do cancelamento da edição de 2021, a organização também planeja vender o direito de realização do Salão de Genebra para a dona do Palácio de Exposições e Congressos de Genebra (Palexpo), onde este evento é realizado.
Initial plugin text


Fonte: Auto Esporte