Registro de carro blindado: veja o passo a passo e o preço

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Foto: Pixabay

Blindar um carro requer alguns procedimentos, além de passar pela solicitação da alteração das características dele junto ao Detran.

No caso de São Paulo, o requerimento de autorização prévia deve ser preenchido conforme modelo disponível no portal do departamento (que pode ser visto neste link).

+ Venda de carros blindados aumenta 22% na OLX em 2021
+ Mitsubishi lança serviço de carro por assinatura que inclui até modelo blindado
+ Cinco hábitos que detonam um carro blindado

Passo a passo

De acordo com o Detran-SP, na sequência, será feita a verificação de débitos e impedimentos. Caso toda documentação esteja em ordem, será expedida a autorização prévia e encaminhada por e-mail ao cidadão, que deverá apresentar seu veículo em qualquer Instituição Técnica Licenciada (ITL), credenciada pelo Inmetro e homologada pelo Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran).

A ITL, inclusive, consultará no sistema a existência de autorização prévia do Detran-SP e fará a inspeção de segurança veicular, que resulta na emissão do Certificado de Segurança Veicular (CSV).

Depois, é necessário ir com o veículo até uma Empresa Credenciada de Vistoria (ECV) para obter o laudo que libera a realização da blindagem. Para fazer o procedimento, o cidadão realiza a vistoria em uma empresa credenciada somente uma vez. Depois, vai à ITL uma vez por ano para obter o certificado e realizar o licenciamento anual obrigatório.

O proprietário então vai até uma blindadora, concluindo a proteção efetiva do respectivo veículo. Com os documentos em mãos, o dono do veículo deverá se dirigir até uma unidade de atendimento do Detran, que fará a mudança no documento do veículo, incluindo essa observação no campo de características.

Pagamentos

Mas antes de dar início a todo procedimento é preciso pagar os débitos devidos. O solicitante não pode ter restrições de qualquer natureza. A alteração nas características originais do veículo resulta na emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV). Caso o licenciamento do ano em curso tenha sido realizado, o valor é de R$ 246,17.

Caso seja necessária a troca de placas, é preciso consultar o procedimento de mudança de categoria. Os preços do CSV e do laudo de identificação veicular, devem ser verificados junto às respectivas empresas responsáveis.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ F1 2022: a temporada começou; veja onde assistir
+ A Mobylette está de volta, agora elétrica
+ Avaliação: Toyota Yaris Sedan e a questão da racionalidade
+ Hyundai convoca recall do Creta 2022 por desempenho no motor
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Vídeo: cilindro de gás (GNV) explode enquanto carro é abastecido
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Polícia Militar da Bahia recebe sedã elétrico da BYD
+ BMW chega a marca de 50 mil motocicletas produzidas no Brasil
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021





Fonte: Motor Show