Porsche transforma 718 Cayman em um elétrico de 1.000 cv

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


O Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport já é um baita esportivo feito para o uso nas pistas, tendo o motor boxer de 6 cilindros aspirado de 425 cv de potência. Acontece que a marca alemã resolveu utilizar a base deste modelo para criar uma versão elétrica ainda mais potente do cupê.

Chamado de 718 Cayman GT4 ePerformance, o modelo recebeu o conjunto elétrico do conceito Mission R da Porsche. Com isso, a potência saltou para 1.000 cv (735 kW). Ao todo são dois motores, um em cada eixo, o que faz o esportivo ter tração nas quatro rodas, o que também contribui para a melhora da performance.

Tanto que mesmo sendo um carro GT4, o Cayman elétrico consegue ser tão rápido quanto 911 GT3 Cup da geração atual. Para isso, além da potência dos motores elétricos, o carro passou por uma preparação profunda. Os para-lamas foram alargados em 14 centímetros, e a carroceria ganhou materiais compostos de fibra natural e em fibra de carbono reciclada. Tudo para poluir menos o meio ambiente.

Outro ponto que chama a atenção é o tempo de recarga da bateria. Com 900 volts, a recarga pode ir de 5% a 80% em apenas 15 minutos.

porsche 718v
718 GT4 ePerformance [divulgação]

Tour mundial

A Porsche construiu duas unidades do 718 GT4 ePerformance e o modelo entrará em uma tour para ser exibido em diversas partes do mundo. A estreia será no famoso festival de Goodwood, entre 23 e 26 de junho deste ano. Depois o carro será levado para Leipzing, na Alemanha, antes de passar por outros países europeus.

No início de 2023, será a vez da América da América do Norte ver o modelo de perto, e a turnê mundial vai terminar na Ásia, em meados de 2024.

Além de promover a eletrificação, o objetivo da Porsche é mostrar que é possível promover corridas com o 718 Cayman elétrico para os clientes da marca.

718 GT4
718 GT4 ePerformance [divulgação]

BMW M440i é tão bom que você esquece como ele é feio | Avaliação

Hyundai deixa HB20, HB20S e Creta mais caros no Brasil

BYD interrompe fábrica porque faz sangrar narizes de crianças

 



Fonte: Revista Carro