Por R$ 72.990, Peugeot 208 1.0 só custa mais que Mobi, Kwid e HB20

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Apesar de ter uma versão elétrica que belisca os R$ 300 mil e ter duas variantes acima dos R$ 100 mil, o Peugeot 208 se tornou um dos carros mais baratos do Brasil. Isso porque ele agora passa a contar com motor 1.0 Firefly emprestado do seu novo primo, o Fiat Argo. Só que com isso, ele se tornou mais barato que o próprio Argo.

A realidade é que por R$ 72.990, o Peugeot 208 1.0 Like só é mais caro que três carros à venda no Brasil. Ele é superado em preço somente pelo Hyundai HB20 Sense em sua categoria. Enquanto isso, Fiat Mobi e Renault Kwid, que são subcompactos e estão em uma categoria abaixo do hatch francês, são mais baratos em todas as versões.

Se os R$ 72.990 parecem caros, coloque em contexto que um Renault Kwid Outsider custa R$ 69.990 e que um Fiat Mobi Like, o carro mais barato do Brasil, parte de R$ 62.690. A Peugeot ainda não divulgou quais serão os itens de série, mas todo 208 tem pelo menos ar-condicionado digital, central multimídia e direção elétrica como padrão.

Peugeot 208 Style 2023 [divulgação]
Peugeot 208 Style 2023 [divulgação]

Por falar na central, ela cresceu, adotando 10,3 polegadas. É parecida com a usada no modelo europeu, especificamente no e-208, mas traz Android Auto e Apple CarPlay sem fio. Uma das novidades é que os LEDs diurnos estilo dente de leão passam a ser item de série para todos os Peugeot 208.

Junto a nova versão 1.0 de entrada, o 208 brasileiro agora tem a variante Style 1.0, que na Argentina é oferecida com motor 1.6 aspirado. Ela traz os mesmos faróis de LED do 208 Griffe (que segue com motor 1.6), rodas escurecidas, teto preto por dentro e por fora, aerofólio e interior com bancos esportivos.

Peugeot 208 Style 2023 [divulgação]
Peugeot 208 Style 2023 [divulgação]

Só não crie demasiadas esperanças sobre o motor 1.0 que, ao contrário do que muita gente achava, não é o turbo ainda. Trata-se do 1.0 três cilindros aspirado da família Firefly. Esse motor hoje é usado somente no Fiat Argo, mas já esteve em Uno e Mobi, mas em breve também estreará no Cronos.

São 75 cv e 10,7 kgfm de torque gerenciados por uma transmissão manual de cinco marchas. Vale lembrar que as versões mais caras do Peugeot 208 seguem equipadas com motor 1.6 quatro cilindros aspirado da PSA com 120 cv e 15,7 kgfm de torque. Porém, com a chegada do 1.0, o motor maior passa a ser vendido somente com câmbio automático de seis marchas.

>>Lancia trocará base de Fiat Uno pela do Peugeot 208 em novo hatch

>>Peugeot e-208 custa 2 vezes um 208, mas é o dobro de carro | Avaliação

>>Peugeot 208 2023 terá tela do modelo europeu e ganha versão esportiva

Fonte: Revista Carro