Peugeot vende 600 unidades do 208 em 24h; veja a análise do modelo

0
22


Foto: Divulgação

No último sábado (20), a Peugeot realizou o “Lion Day”, ação de vendas que envolveu todas as concessionárias da rede da marca no Brasil. Durante 24 horas, ao todo, foram comercializados mais de 800 veículos. Além do movimento financeiro gerado, foram registradas cerca de 11 mil visitas nas lojas.

O Peugeot 208 foi o grande destaque. Responsável por mais da metade dos veículos negociados, o modelo totalizou a comercialização de 600 unidades à pronta-entrega.

+ Peugeot e-208 GT é exibido antes do lançamento; Confira o teste rápido
+ Avaliação: Peugeot 3008 é um SUV duplamente injustiçado
+ Peugeot e-Expert: nova van elétrica virá ao Brasil ainda em 2021

O hatch compacto recebeu o prêmio Motor Show Compra do Ano 2021 em sua categoria. Veja abaixo a análise realizada por Flávio Silveira, publicada em março deste ano.

Foto: Divulgação

O segmento dos hatches compactos é o mais volumoso do mercado brasileiro. Em 2019, ganhou as novas gerações dos líderes de venda Chevrolet Onix e Hyundai HB20. No ano passado, o modelo da marca coreana levou nosso prêmio. Já em 2020, as novidades foram o esportivo (pero no mucho) VW Polo GTS e a nova geração do Peugeot 208, que veio tentar disputar uma fatia maior desta categoria – e é a Compra do Ano 2021.

O 208 sofreu pesadas críticas por não oferecer aqui o motor 1.2 turbo de três cilindros. Mas devemos reconhecer que ainda há certa rejeição aos tricilíndricos. Além disso, como vimos no segmento de SUVs compactos, por muito tempo liderado pelo Jeep Renegade e seu também criticado motor 1.8, desempenho e consumo, isoladamente, não definem uma compra.

Hoje, muitos consumidores priorizam aspectos como acabamento e design. Nestes pontos, o 208 fica acima da concorrência: a nova plataforma o deixou maior e mais espaçoso, com porte semelhante ao de Polo, HB20 e Onix, e a cabine é incrível – ainda mais nas versões com o quadro de instrumentos digital 3D.

Ah, e a lista de equipamentos é sempre generosa, com um enorme teto panorâmico que amplia e ilumina a cabine, exclusividade na categoria (a partir do Active Pack). A versão de topo ainda tem faróis full-LED e leitor de placas, entre outros itens.

Ao volante, a posição de guiar única, com volante reduzido (e painel visto por cima dele), do Peugeot 208 o ajudou a ser Compra do Ano 2021.

E o motor 1.6 não é ruim: pode perder para os rivais em desempenho, mas não tem turbo lag nem vibrações e ruído típicos dos tricilíndricos. E, no consumo – principalmente no modo Eco – não fica muito atrás deles.

Além disso, o câmbio de seis marchas é bem calibrado, assim como a direção. Para fechar com chave de ouro, as suspensões são excepcionais em absorção de impactos e ruídos. (PS: para quem tem medo da revenda, a Peugeot garante a recompra por 100% da tabela Fipe dentro do programa Just Drive It).

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Nova lei entra em vigor e tem alterações para motoristas de transportes
+ IPVA zero para motos até 150 cc é aprovado em Comissão
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ FlixBus promete viagens de ônibus no Brasil a partir de R$ 19,90
+ App 99 oferece aluguel do kit de conversão de gás (GNV) para motoristas; veja como se inscrever
+ Kia lança o SUV híbrido Stonic no Brasil e promete mais 3 modelos
+ Mini traz ao Brasil série limitada em homenagem a John Cooper
+ Eletricz lança bike elétrica no Brasil com até 160 km de autonomia
+ Honda apresenta nova scooter aventureira em Milão; Hornet confirmada
+ Corvette de Velozes e Furiosos 5 será leiloado





Fonte: Motor Show