Novo Audi RS 3 2022 mantém 400 cv e estreia modo drift

0
24


Novo Audi RS 3 Hatch e Sedan 2022

Motor 2.5 turbo com torque ampliado faz o esportivo acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos

A Audi revelou a nova geração do esportivo RS 3, que estreia com visual reformulado nas carrocerias hatch e sedã. Com uma evolução da mecânica do antecessor, a novidade tem como destaque a adição do “modo drift” de condução. O novo Audi RS 3 2022 chega à Europa com preços iniciais de 60 mil euros (hatch) e 62 mil euros (sedã).

A nova geração do A3 “convencional”, por si só, já traz visual bastante expressivo, com múltiplos vincos e para-lamas alargados em relação ao antecessor. Com o novo RS 3, o estilo esportivo é reforçado pelo para-choque dianteiro com grandes entradas de ar e grade com moldura inteiramente na cor preta. Na traseira, hatch e sedã têm para-choques exclusivos, novos spoilers e saída oval dupla de escapamento.

O motor 2.5 turbo de cinco cilindros mantém os mesmos 400 cv do antecessor, que agora aparecem um pouco mais cedo, na faixa entre 5.600 e 7.000 rpm. Já o torque teve acréscimo de 2 kgfm, passando de 48,9 para 50,9 kgfm entre 2.250 e 5.600 rpm.

Segundo dados de fábrica, o novo Audi RS 3 (hatch ou sedã) é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos (0,3 s mais rápido) e chegar à máxima de 250 km/h (limitada eletronicamente).Para efeito de comparação, a perua RS 4 Avant, de 450 cv, acelera de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos. O pacote opcional RS Dynamic, que inclui freios de cerâmica e remove o limitador, pode fazer o RS 3 alcançar 290 km/h de máxima.

Do lado de dentro, o novo Audi RS 3 2022 recebe quadro de instrumentos digital de 12,3” com grafismos exclusivos e mantém os tradicionais bancos dianteiros com encosto inteiriço. A tela pode exibir cronômetros de provas de 0 a 100 km/h e 0 a 200 km/h, além de mostrar tempos de volta e gráficos de força G. O painel possui ainda o indicador de trocas de marcha manual, que usa as cores vermelho, amarelo e verde para indicar o momento ideal da mudança.

Modo Drift do Audi RS 3 2022

Além do motor com mais torque, o Audi RS 3 2022 recebeu novo recurso atrelado ao sistema de tração integral quattro – o câmbio continua o automatizado de dupla embreagem e sete marchas (S tronic). Trata-se do sistema “RS Torque Splitter”, que pode distribuir o torque no eixo traseiro de maneira totalmente variável entre as duas rodas – é o primeiro modelo da marca a trazer o item. De acordo com a Audi, o recurso tende a reduzir a tendência ao sub-esterço (saída de frente), permitindo saída de curvas mais ágeis em altas velocidades.

O sistema aumenta o torque enviado para a roda traseira externa à curva. Em tomadas à esquerda, por exemplo, o RS Torque Splitter transmite mais força à roda traseira direita (e vice-versa). Já em linha reta, o sistema divide o torque igualmente entre as duas rodas traseiras.

O novo Audi RS 3 2022 terá ainda o modo drift, chamado de “RS Rear Mode”, que pode enviar 100% da força do motor para apenas uma das rodas traseiras, permitindo manobras de lado em curvas. O sistema tem capacidade de suportar até 178,5 kgfm de torque, muito mais do que os 50,9 kgfm gerados pelo motor 2.5 turbo. Outra novidade do esportivo da Audi é a adoção (como opcionais) de pneus do tipo semi-slick fornecidos pela Pirelli (P Zero Trofeo R).

Fotos: Divulgação



Fonte: Revista Carro