Mustang elétrico supera produção do modelo a gasolina – Notícias

0
13

A produção do Mustang Mach-E no México já chegou a 27.816 unidades este ano frente a 26.089 do modelo a combustão que é feito na unidade de Michigan, nos Estados Unidos. A Ford divulgou uma nota onde comemora o resultado acima do esperado. No entento, segundo a própria Ford isso se deve também à falta de semicondutores, o que levou a uma redução da produção do Mustang.

NOVO MUSTANG MACH 1 no Brasil custa R$ 500 mil – veja a história dele, detalhes e curiosidades. Veja o vídeo!

Jim Farley, CEO da companhia, disse na semana passada que o “Mach-E se saiu melhor do que esperávamos e estamos completamente sem estoque. Enquanto falamos, o carro vai conquistando o mundo e aqui, nos Estados Unidos, o tempo de espera é de meses”.

A falta de peças eletrônicas levou a Ford a uma decisão estratégica de priorizar a manufatura de modelos considerados estratégicos como o Bronco e Bronco Sport (lançado recentemente no Brasil), além do próprio Mach-E, que recolocam a Ford em segmentos novos, algo que a marca precisa fazer neste momento de transição.

“Estamos muito entusiasmados com o sucesso que estamos vendo com o lançamento do novo Mustang Mach-E. Não apenas aqui na América, mas globalmente também. Para ser honesto, porém, é preciso considerar que a produção do Mustang na fábrica de Flat Rock foi influenciada por fatores externos, como a falta de chips”, disse Erick Merkle, diretor de vendas da Ford.

Dentro de nove anos a marca espera vender 40% do seu volume de veículos movidos a eletricidade. A meta é mundial mas espera-se que na Europa a aceitação deste tipo de propulsão será maior.

Fonte: R7