Misto de Sandero, Stepway e Duster, Dacia Jogger é lançada na Europa

0
35


Provando que as peruas ainda não morreram, a nova geração dos irmãos Sandero e Logan acaba de receber uma nova irmã. Levemente apartada da família, a Dacia Jogger pretende misturar os elementos dos compactos, junto do visual do Sandero Stepway e uma dose de Duster nesse meio.

A própria Dacia, controlada pela Renault, assume essa mistureba de personalidades, descrevendo a Jogger como um carro que combina “o comprimento e praticidade de uma perua, com o espaço de uma minivan e o estilo e a personalidade de um SUV”.

Maior que o Duster

Na fita métrica, a Jogger tem 4,57 m de comprimento, 1,78 m de largura e 1,63 m de largura. O entre-eixos foi alongado em generosos 29,3 cm em relação ao Sandero, fazendo a perua 20,6 cm mais longa que o Duster. Na prática, ela só não é maior que a Oroch entre os modelos nascidos a partir do Sandero e do Logan.

Dacia Jogger [divulgação]
Dacia Jogger [divulgação]

A espichada se deu por conta da necessidade de instalar dois bancos extras no porta-malas. Esse é o lado minivan da Jogger, sendo que peruas, em geral, não costumam ter sete lugares. Ela ainda traz ressalto no teto a partir da coluna B, tal qual a primeira geração da perua Logan. A dianteira, entretanto, é idêntica à do Sandero Stepway.

Na lateral ela conta com uma falsa entrada de ar no melhor estilo Duster. Já a traseira com lanterna espichada é idêntica à do Volvo XC90 em seu formato. A parte interna, entretanto, traz elementos em Y como são vistos em outros modelos mais novos da Dacia ao redor do mundo.

Dacia Jogger [divulgação]
Dacia Jogger [divulgação]

Destaque mais interessante da Dacia Jogger vai para o bagageiro. As barras podem ser parcialmente rotacionadas formando um rack sem necessidade de instalação de um equipamento a parte. Por dentro ela tem o mesmo interior de Sandero e Logan, mas com seis airbags de série em todas as versões.

Turbo e tipo GNV

A motorização é composta por duas opções 1.0 três cilindros turbo. Há versão gasolina com 110 cv e 20,4 kgfm de torque pareada a uma transmissão manual de seis marchas. Outra variante é a Bi-Fuel que bebe tanto gasolina quanto LPG, uma espécie de GNV. Nesse caso, a potência cai para 100 cv, mas o consumo fica na casa dos 16 km/l.

Dacia Jogger [divulgação]
Dacia Jogger [divulgação]

Uma versão híbrida com motor 1.6 aspirado e câmbio CVT foi prometida para 2023. A Dacia diz que a Jogger Hybrid será o carro de sete lugares híbrido mais barato de toda Europa. Esse será o segundo modelo eletrificado da marca depois do Dacia Spring, vulgo Renault Kwid elétrico.

>>Sandero híbrido está nos planos da Renault para os próximos anos

>>Renault Captur 2022 melhorou muito, mas é inferior ao Duster | Avaliação

>>Renault Duster capota em impacto lateral do Latin NCAP e zera teste



Fonte: Revista Carro