Mercedes-Benz terá ônibus elétrico no Brasil

0
25


Caminhão elétrico eO500U

Desenvolvido para a realidade brasileira, ônibus urbano terá autonomia de 250 km e recarga total em 3 horas na tomada

 

Após interromper a produção de automóveis no Brasil e vender a fábrica de Iracemápolis para a chinesa Great Wall Motors, a Mercedes-Benz anunciou o desenvolvimento local do primeiro chassi de ônibus elétrico da marca. O veículo, batizado de eO500U, deverá ser lançado oficialmente no Brasil em 2022.

O ônibus elétrico da Mercedes-Benz está sendo desenvolvido no Brasil, com testes na Alemanha, para atender às demandas da realidade brasileira, além dos demais mercados da América Latina, Europa e Oceania. O investimento total no projeto é de R$ 100 milhões e faz parte do ciclo de R$ 2,4 bilhões anunciados pela empresa no Brasil entre 2018 e 2022. Apesar disso, a marca não confirmou se o modelo será produzido localmente ou virá importado.

 “Esse é apenas o primeiro passo da Mercedes-Benz do Brasil rumo ao mundo da eletromobilidade”, promete o presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO para América Latina, Karl Deppen. O chassi eO500U baseia-se no modelo Padron 4×2, da linha O500. Com piso baixo, o ônibus elétrico poderá receber carroçarias de até 13,2 metros de comprimento e terá a maior capacidade para passageiros da categoria, segundo a Mercedes-Benz.

O motor elétrico do eO500U será integrado ao eixo traseiro. A energia será fornecedia por um pacote de baterias, que prometem autonomia de até 250 km – o foco do modelo será o uso essencialmente urbano. De acordo com a Daimler, a recarga completa poderá ser feita em apenas 3 horas. Além da tomada, a energia pode ser recuperada pelo sistema de freios regenerativos.

Para facilitar o processo de transição para a mobilidade elétrica das empresas compradoras do novo ônibus, a Mercedes irá fornecer uma consultoria especializada às empresas de ônibus e aos gestores do transporte coletivo urbano. As orientações irão incluir dados sobre o funcionamento do veículo, sobre a infraestrutura de recarga das baterias e sobre a gestão de uma frota formada por ônibus elétricos.

Fotos: Divulgação/Mercedes



Fonte: Revista Carro