Lockdown salva vidas no trânsito e libera vagas em UTI? – MinutoMotor

0
12


Estamos à beira do caos. No momento mais delicado da pandemia no Brasil, 20 das 27 capitais atingiram pelo menos 80% nas taxas de ocupação de leitos de UTI covid-19. Segundo boletim divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), cinco das sete capitais restantes estão com taxas superiores a 70%. Essa situação de iminente colapso levou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) defender a adoção imediata de lockdown nos Estados em que a ocupação dos leitos de covid-19 tenha alcançado mais de 85%. Muitos já adotaram medidas restritivas e, segundo a Mobilização dos Médicos e Psicólogos Especialistas em Trânsito, a restrição de circulação também reduz o número de acidentes de trânsito.

O coordenador da Mobilização, o médico Alysson Coimbra (foto acima), explica que, historicamente, 60% das vagas de UTI da rede pública e privada são usadas para atender vítimas de acidentes de trânsito. “A restrição da circulação de pessoas provoca a redução de veículos nas ruas e, por consequência, do número de acidentes de trânsito. Esse cenário contribui para reduzir a sobrecarga do sistema de saúde, aumentando a disponibilidade de leitos, de profissionais de saúde e de recursos para usar com outros pacientes”, afirma o médico.

Hospital de Campanha de Manaus (AM) abre mais 13 leitos e chega a 156 vagas de internação. Foto: Ingrid Anne

O lockdown, segundo cientistas e entidades médicas, é essencial para frear o avanço da doença e o colapso no sistema de saúde. Nesta quarta-feira, o Brasil bateu um novo recorde de mortes provocadas pela doença, com 1.840 casos em 24 horas. Até a tarde desta quinta-feira, o Brasil contabilizava 259.271 mortes e 10.718.630 de casos da doença. “Diante desse cenário, é fundamental que as determinações sanitárias sejam obedecidas. Quem puder, deve evitar sair de casa. E se tiver que sair, o recomendado é atenção redobrada não só em relação às medidas de proteção contra a covid-19, mas também em relação à segurança no trânsito. Quanto menos acidentes, melhores são as chances de quem necessita ter um atendimento de urgência adequado à gravidade que uma pandemia exige. Sua prudência no trânsito salva mais vidas do que você imagina”, finaliza o médico.



Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui