Jeep Commander segue em testes para promover novo 7 lugares

0
229


Quando os testes dos carros a serem vendidos no Brasil caminham para o final, as marcas costumam divulga-los em suas redes. A mídia volta a atenção para a novidade, mas alguns carros camuflados seguem em testes a fim de manté-los sobre os holofotes. É o caso do Fiat Pulse e do Jeep Commander.

Flagrado pelo leitor Lucas Duarte em Campinas, interior de São Paulo, o Jeep Commander já está na fase final de testes, mas segue rodando camuflado. A ideia é chamar atenção e manter o SUV de sete lugares como estrela de diversas manchetes, como agora. Enquanto isso, a Jeep libera informações a conta-gotas.

Isso mantem o interesse no carro, eleva suas buscas no Google e o mantém fresco na mente. Para que, no dia do lançamento, a repercussão seja ainda maior, pois muito foi falado sobre ele antes do momento de estreia. O que é curioso é que o modelo flagrado ainda ostentava lanternas provisórias.

Além de um Jeep Compass 7 lugares

Apesar de compartilhar plataforma, portas dianteiras e boa parte do interior, o Jeep Commander será bem mais do que um Grand Compass. O modelo terá dianteira totalmente modificada, com linguagem visual inspirada no Grand Cherokee e no Wagoneer. A cabine terá materiais mais sofisticados e novo console central.

Já na traseira, lanternas finas serão conectadas por uma barra cromada e ficarão logo abaixo da janela. É um layout bem diferente do Compass, sendo que o Commander ainda terá vidro traseiro mais reto para melhorar o espaço para a cabeça de quem se senta na última fileira.

Jeep Commander [Auto+ / Lucas Duarte]
Jeep Commander [Auto+ / Lucas Duarte]

No quesito motorização, ele terá o mesmo 1.3 GSE Turbo quatro cilindros de 185 cv e 27,5 kgfm de torque nas versões flex. Já com diesel, é esperado que o 2.0 MultiJet II quatro cilindros turbo chegue aos 200 cv. Hoje ele entrega 170 cv e 35,7 cv. Rumores anteriores diziam que Compass e Toro teriam esse acerto mais potente, mas ficou para o Commander.

A transmissão será automática de seis marchas no Commander flex e de nove marchas no diesel, com direito a tração 4×4. É possível que ele adote a mesma nomenclatura Sport, Longitude, Limited e S do Compass. Contudo, uma versão Overland não é descartada. Já a aventureira Trailhawk não deve ser oferecida ao SUV de sete lugares.

>>Jeep Compass 4Xe híbrido que faz 47 km/l é flagrado no Brasil

>>Taos Highline vs Compass S: quem é rei dos SUVs médios? | Comparativo

>>Jeep Compass Longitude turbo é o sonho da classe média | Avaliação



Fonte: Revista Carro