General Motors quer dobrar suas receitas anualmente; veja as metas

0
20


Foto: Divulgação

A General Motors apresentou nesta quarta-feira (6) um plano para dobrar sua receita anual e expandir as margens de 12 para 14% até 2030.

A GM deverá ter um crescimento impulsionado por EVs, serviços conectados e novos negócios.

+ Governo Biden desembolsa R$ 193 mi em 10 Chevrolet Suburban especiais
+ Comparativo: Renault Captur 1.3 vs. Chevrolet Tracker 1.2

Veja abaixo as principais metas da GM:

-Crescimento da receita com diversificação aprimorada: A GM delineou seu caminho para dobrar o faturamento anual de uma média de cinco anos de cerca de US$ 140 bilhões até o final da década.

-Expansão de margem: A GM acredita que sua transformação pode fornecer margens de 12 a 14% até o final da década, à medida que a penetração de EVs aumenta, os custos de bateria diminuem e a empresa amplia a oferta de softwares de margens mais altas e novas plataformas de negócios.

-Plataformas atraentes: A GM projeta que a receita de EVs cresça cerca de US$ 10 bilhões em 2023 para aproximadamente US$ 90 bilhões anualmente até 2030, à medida que a empresa lança vários EVs atrativos em segmentos de alto volume.

A GM vislumbra um caminho onde veículos conectados e novos negócios movimentem mais de US$ 80 bilhões em receita suplementar, com a maior parte do crescimento acelerando durante a metade da década à medida que eles ganhem volume.

-Comercialização do Cruise: Com a Cruise, a GM está posicionada como líder de mercado em serviços autônomos com potencial para entregar US$ 50 bilhões em receita anual até o final da década.

Novos negócios

A GM projeta oportunidades anuais de receita de software e serviços na faixa de US$ 20 bilhões a US$ 25 bilhões com um volume de 30 milhões de veículos conectados até o final da década, gerando margens aproximadas de 50%.

A companhia tem um portfólio de 20 novos negócios de startups – vários já lançados – outros próximos ao lançamento. Os executivos forneceram uma prévia de uma startup de desenvolvimento de software totalmente nova, internamente chamada de “Future Roads”, que usa análise de dados para criar a visão de estradas e comunidades mais seguras.

A GM também anunciou que está ampliando investimentos em infraestrutura de recarga para US$ 750 milhões até 2025, cobrindo todas as modalidades de recarga, incluindo casa, locais de trabalho e públicos nos Estados Unidos e Canadá.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Volkswagen T-Cross tomará lugar de Fox em planta no PR
+ Nova geração do BMW Série 2 tem novo visual e propulsão híbrida
+ Leilão de veículos tem Jaguar XF V8 blindado a partir de R$ 37 mil
+ Fiat lidera ranking de vendas pelo 9º mês seguido
+ Vendas de postos caem com combustíveis mais caros
+ Leticia Bufoni é a estrela da Porsche em campanha do Taycan Cross Turismo
+ Produção de veículos tem queda de 21% em setembro, diz Anfavea
+ SUVs: Jeep Compass segue líder de vendas no mês de setembro
+ Nissan realiza campanha de revisão e dá prêmios em dinheiro
+ Funcionários da Volkswagen dão adeus ao Fox
+ Brabus GLE900 Rocket: SUV mais rápido do mundo chega ao Brasil; confira o valor





Fonte: Motor Show