Fórmula 1 cancelou o GP deste fim de semana

A Fórmula 1 cancela GP de Imola após Itália pedir à entidade que cancelasse a próxima corrida para que pudesse concentrar recursos nas áreas mais atingidas pelas recentes inundações. Por isso, esse final de semana não haverá corridas.

Em um comunicado divulgado nesta hora do almoço, a Fórmula 1 disse: “A decisão foi tomada porque não é possível realizar o evento com segurança para nossos fãs, equipes e nosso pessoal e é a coisa certa e responsável a fazer diante da situação enfrentada pelas vilas e cidades da região. Não seria correto pressionar ainda mais as autoridades locais e os serviços de emergência neste momento difícil”.

Fórmula 1 cancelou o GP deste fim de semana

Veja mais: Nissan GT-R 2024 x NISMO: Qual o custo dessas máquinas?

“É uma tragédia ver o que aconteceu com Imola e Emilia-Romagna, a cidade e região onde cresci”, disse Stefano Domeincali, presidente e CEO da Fórmula 1. “A decisão que foi tomada é a certo para todos nas comunidades locais e para a família F1, pois precisamos garantir a segurança e não criar um fardo extra para as autoridades enquanto lidam com essa situação terrível”. Pelo menos cinco pessoas morreram nas enchentes e outras 5.000 foram instruídas a deixar a área, informa a Associated Press. Para o Grande Prêmio, esperava-se que milhares de fãs da corrida chegassem à região, e Matteo Salvini, ministro da infraestrutura da Itália, solicitou que a corrida fosse cancelada para permitir que o país concentrasse recursos nas áreas mais atingidas.”

A pista de Imola está localizada bem ao lado do Rio Santerno, que transbordou devido às fortes chuvas. O pessoal que prepara o Autodromo Internazionale Enzo e Dino Ferrari, mais conhecido como Imola, foi convidado a deixar a pista, por precaução.

Em seu comunicado, a Fórmula 1 não deu nenhuma indicação de que a corrida italiana seria remarcada. O calendário apertado de 23 corridas de 2023 já está definido para durar até o final de novembro, então seria difícil encontrar uma data para adicionar uma corrida de reposição.

Apesar de perder a oportunidade de somar pontos, pilotos e equipes de todo o paddock apoiaram a decisão, concordando que era mais importante priorizar a segurança do que o esporte. Houve apelos crescentes nas redes sociais para que a corrida fosse encerrada esta semana, de fãs, analistas e políticos italianos, devido a chuvas extremamente fortes e grandes inundações que causaram várias mortes na região, além de moradores serem forçados a deixar suas casas.

A F1 diz que espera que, ao interromper a corrida, libere recursos e equipes de emergência para ajudar os afetados nas proximidades. Ainda não está claro se a corrida será remarcada para o final da movimentada temporada de 2023.

É claro que corridas canceladas se tornaram um tanto comuns nos últimos anos devido a interrupções causadas pela pandemia de Covid, mas ver um evento interrompido por mau tempo é muito mais raro (mostrando o quão grave é a situação na região atualmente).

Fonte: Portal R7