Dona da Jeep quer produzir 1 mi de motores elétricos por ano na França

Jeep Avenger – Foto: Divulgação

A Stellantis, dona de marcas como Jeep e Peugeot, confirmou nesta segunda-feira (19) a ampliação da produção de novos motores elétricos M3, resultado da joint venture com a Emotors, em sua fábrica em Trémery, Lorraine, França.

A companhia quer ultrapassar a marca de produção de mais de 1 milhão de motores elétricos por ano até 2024 na França.

O objetivo é alcançar a meta de 100% do mix de vendas de veículos elétricos a bateria (BEVs) na Europa até 2030.

“Nosso compromisso em liderar a luta contra as alterações climáticas no setor automotivo se reflete em cada uma de nossas unidades, dando suporte aos nossos colaboradores nos próximos passos na aventura elétrica”, disse o CEO da Stellantis, Carlos Tavares, em comunicado à imprensa.

E completa: “controlar a cadeia de valor na área da eletrificação, garantirá nossa independência tecnológica no contexto de crises econômicas e geopolíticas, enquanto reduz o impacto dessa mudança drástica para fábricas e funcionários, principalmente na França, onde somos e continuaremos a ser, sem dúvida, o líder comercial e industrial”.

+ Jeep inicia as vendas do Wrangler 2023, que parte de R$ 456.992
+ Dona da Fiat e Jeep alcança 23,6% do mercado sul-americano em 2022
+ MPF entra com ação contra a Jeep por 22 problemas no Compass
+ Jeep faz recall de Renegade, Compass e Commander; veja os detalhes
+ Fiat confirma novo Ducato para o primeiro semestre de 2023

Quais são os modelos que terão o motor M3?

Mas quais os modelos serão equipados com o M3? A lista inclui: DS 3 E-Tense, Peugeot e-208, Jeep Avenger e Opel Mokka – os lançamentos ocorrem já a partir de janeiro de 2023. O propulsor oferece 156 cv de potência e 260 Nm (26,51 kgfm) de torque.

Ele também será instalado nas novas gerações de outros veículos das marcas da Stellantis à medida que forem lançados.

Eles chegarão ao mercado europeu juntamente com uma nova bateria, a qual proporciona uma autonomia de mais de 400 km.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Avaliação: o Chevrolet Tracker Premier é uma boa compra?
+ Avaliação: O Novo Citroën C3 convence ao volante?
+ SUVs mais vendidos: motivos pra comprar (e pra não comprar)
+ Ram ganha corpo e tem o melhor mês em vendas no Brasil
+ Lei da cadeirinha: veja as novas regras para o transporte de crianças
+ Conheça as seis gerações do VW Polo
+ Volkswagen inicia as inscrições para o seu programa de estágio 2023
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Avaliação: Fiat Strada Volcano AT oferece comodidade e versatilidade
+ Avaliação: BMW iX é um esquisito SUV elétrico que vai da suavidade de um Bentley V12 à pura violência
+ Quais são os SUVs 0km mais vendidos em 2022? Veja o ranking
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Avaliação: Hyundai Ioniq 5, um elétrico incrível, é verdadeira revolução coreana
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens



Fonte: Motor Show