Conheça os cinco sedãs mais econômicos do Brasil

0
17

Depois da lista de carros 1.0 mais econômicos e a dos SUVs compactos mais abstêmios de nosso mercado, agora é a vez de conferir quais são os sedãs compactos mais econômicos do Brasil. Se você está na busca por um zero-quilômetro e tem como foco um sedã, essa reportagem é para você. Utilizamos os dados do último PBEV (Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular) do Inmetro para responder.

Abaixo, portanto, você confere quais os sedãs compactos mais econômicos do país. Aqui, importante dizer, estão apontados somente modelos já testados e avaliados oficialmente pelo Inmetro, todos zero-quilômetro, sem qualquer inserção de modelos híbridos, que podem até ser (muito) mais econômicos, mas que custam bem mais caro.

Importante, também, ressaltar que selecionamos as versões mais econômicas de cada carro. Para o posicionamento no ranking, consideramos o desempenho na estrada – e, como critério de desempate, levamos em consideração o quanto cada um “bebe” em ciclo urbano.

Confira os cinco sedãs mais econômicos do Brasil

1. Chevrolet Onix Plus LT 1.0

Chevrolet Onix Plus Premier 2020
Onix Plus é o líder entre os sedãs mais econômicos disponíveis no mercado
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

Equipado com motor 1.0 aspirado e transmissão manual de seis marchas, o Onix Plus é imbatível. O três-volumes da Chevrolet é o sedã compacto mais econômico do Brasil. E mais: chega a superar até mesmo veículos híbridos, embora estes não entrem na disputa. A título de comparação, as versões do Toyota Corolla Hybrid fazem 14,5 km/l na estrada quando abastecidas com gasolina.

Embora o propulsor tricilíndrico que equipa o Onix Plus entregue apenas 78 cv de potência e 9,6 kgf.m de torque quando abastecido com gasolina, sua eficiência é louvável. O consumo energético do três-volumes 1.0 aspirado é de 1,34 MJ/Km e supera, por exemplo, os 1,39 MJ/Km do Renault Kwid.

  • Gasolina: 14,3 km/l na cidade e 17,7 km/l na estrada
  • Etanol: 10,1 km/l na cidade e 12,5 km/l na estrada

2. Hyundai HB20S Diamond

 

Hyundai Hb20s 1.0 Tgdi Diamond Plus
Hyundai HB20S 1.0 aparece em segundo na lista dos mais econômicos
Crédito: Divulgação

A versão topo de linha do HB20S ocupa o segundo lugar na lista de sedãs mais econômicos do Brasil. Além de rodar 15,7 km/l na estrada, o três-volumes da Hyundai faz, de acordo com o Inmetro, ótimos 12,7 km/l na cidade – com gasolina no tanque.

O eficiente motor 1.0 turbo também tem bom desempenho e entrega 120 cv e 17,5 kgf.m de torque. Nessa configuração, o modelo da Hyundai usa transmissão automática de seis marchas e tem sistema start-stop.

  • Gasolina: 12,7 km/l na cidade e 15,7 km/l na estrada
  • Etanol: 8,8 km/l na cidade e 11,0 km/l na estrada

3. Volkswagen Voyage 1.0 manual

Volkswagen Voyage agora traz transmissão automática de seis marchas e abandona o câmbio automatizado I-Motion
Veterano sedã ainda se mostra um carro robusto e econômico para o dia a dia
Crédito: Divulgação

O Voyage chegou à linha 2021 sem nenhuma novidade. No entanto, o sedã da Volkswagen ainda é uma boa pedida para quem quer um veículo com bom porta-malas e, acima de tudo, econômico.

Equipado com motor 1.0 MPI que gera 75 cv e 9,7 kgf.m de torque (com gasolina) e caixa de câmbio manual de cinco velocidades, o modelo é capaz de rodar 15,6 km/l na estrada e 13,4 km/l na cidade. Isso calçado com rodas de aço aro 14″.

  • Gasolina: 13,4 km/l na cidade e 15,6 km/l na estrada
  • Etanol: 10,6 km/l na cidade e 13,4 km/l na estrada

4. Fiat Cronos 1.3­ Drive (Stop & Start)

Fiat Cronos Drive
Fiat Cronos Drive é um dos sedãs mais econômicos do mercado brasileiro
Crédito: Divulgação

Impulsionado pelo motor 1.3 Firefly e dotado de transmissão automatizada de cinco marchas, o Cronos, segundo o Inmetro, é capaz de fazer 15,6 km/l na estrada e 13 km/l em ciclo urbano. O consumo energético do modelo é de 1,5 MJ/Km.

O sedã da Fiat também é equipado com start-stop, que ajuda a otimizar o consumo de combustível. Além disso, o sistema reduz as emissões de gás carbônico, já que o motor do carro é desligado em situações estratégicas.

  • Gasolina: 13 km/l na cidade e 15,6 km/l na estrada
  • Etanol: 9,3 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada

5. Renault Logan Authentique 1.0 Manual

Renault Logan Cvt 2020
Renault Logan com câmbio CVT tem suspensão elevada, mas com câmbio manual ele é mais baixo e econômico
Crédito: Divulgação

Em quinto lugar na nossa lista de sedãs mais econômicos do Brasil figura o Renault Logan. O três-volumes da Renault usa motor 1.0 tricilíndrico que entrega 82 cv e 10,5 kgf.m de torque quando abastecido com etanol (são 79 cv e 10,2 kgf.m com gasolina). A transmissão é manual de cinco marchas.

  • Gasolina: 14 km/l na cidade e 14,9 km/l na estrada
  • Etanol: 9,4 km/l na cidade e 10,2 km/l na estrada

Fonte: R7