Chevrolet Equinox EV não é a nova geração do SUV médio da GM

0
14


Como prometido, a Chevrolet está investindo fortemente na eletrificação de seus modelos. E o mais importante passo nessa direção, em escala global, é o novo Equinox EV. Apesar de dividir o nome com o SUV médio rival do Jeep Commander, o novo elétrico não tem absolutamente nada a ver com o Chevrolet Equinox vendido no Brasil.

A Chevrolet fez questão de frisar que seus modelos elétricos não tem relação com os equivalentes movidos a gasolina. Eles usarão o mesmo nome e conviverão com os modelos a combustão até que chegue o momento fatídico em que a Chevrolet só venderá carros elétricos. Mas vale lembrar, uma nova geração do Equinox a gasolina vem aí.

O inédito Equinox EV (ou Equinoxe como está escrito em sua traseira) é construído sobre a nova plataforma modular Ultium da General Motors. Até o momento ela havia sido aplicada somente na picape e no SUV GMC Hummer, além do Cadillac Lyriq. Além do Equinox EV, a base servirá para a versão elétrica da Silverado e do Blazer.

Chevrolet Equinox EV [divulgação]
Chevrolet Equinox EV [divulgação]

Esteticamente, o Equinox EV foge bastante do que hoje é aplicado no SUV médio. Ele parece visualmente menor, mais musculoso e baixo. Ou seja, tem menos influências das peruas e mais dos hatches. A dianteira com faróis finos traz um prolongamento de LED que se conecta ao logotipo da marca.

Elétrico RS

A abertura de ar central forma um sorriso malvado e tem mais dois blocos de LED. Na versão esportiva RS, essa parte inferior é pintada em preto, enquanto nas variantes regulares é na cor da carroceria. Maçanetas camufladas ajudam a deixar a lateral ainda mais atraente, que tem como destaque os forte vincos e volumes.

Chevrolet Equinox EV [divulgação]
Chevrolet Equinox EV [divulgação]

Teto com pintura contrastante faz parte da moda, mas aparece somente na versão RS, que ainda tem a parte inferior da carroceria em preto brilhante. A janela da coluna C foi substituída por uma sessão em metal imitando uma barbatana. Já o vidro traseiro está mais inclinado e combina com as lanternas interligadas em LED.

Moderna, a cabine tem uma tela gigantesca que é sobreposta pela tela do painel de instrumentos. É um layout parecido com o do SUV Cadillac Escalade. Elementos em vermelho serão exclusivos da versão RS, mas é possível ver que a cabine do Equinox EV evoluiu em esportividade e refinamento.

Chevrolet Equinox EV [divulgação]
Chevrolet Equinox EV [divulgação]

A Chevrolet foi econômica nos detalhes sobre o novo Equinox elétrico. Disse apenas que a autonomia deve ficar em algo entre 400 km e 500 km. Além disso, o preço inicial será de US$ 30 mil (R$ 170 mil). O lançamento será somente em 2023 como modelo 2024. Será que vem para o Brasil?

>>GM testa SUV cupê derivado do Onix e Tracker

>>Chevrolet mata Onix antigo, S10 flex, além de versões de Tracker e Spin

>>Onix ganha wi-fi para mais versões e mudanças no motor



Fonte: Revista Carro