Chery Tiggo 8 Pro estreia mais potente que o VW Tiguan R-Line

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Entusiasmada com o sucesso do Tiggo 8, a Chery está lançando a terceira variante do SUV médio. Além do Tiggo 8 normal vendido pela CAOA Chery no Brasil, a marca chinesa tem a versão Plus com opção híbrida e bastante cotada para o nosso mercado e agora revela o Tiggo 8 Pro. Com pegada mais luxuosa e esportiva, ele tem mais potência que um VW Tiguan R-Line.

Serão oferecidas duas opções de motor para o Tiggo 8 Pro na China. Os modelos de entrada usam o mesmo 1.6 quatro cilindros turbo do modelo da CAOA Chery, mas com uma dose a mais de pimenta. São 197 cv e 29,5 kgfm de torque, exatos 10 cv e 1,5 kgfm a mais que o SUV de sete lugares vendido por aqui.

Mas o que verdadeiramente interessa é o 2.0 quatro cilindros turbo com saudáveis 254 cv e 40,6 kgfm. Comparando ao Tiguan R-Line, que é reconhecidamente um SUV rápido e potente, o Tiggo 8 Pro tem 34 cv e 4,9 kgfm a mais. Ambos os motores são gerenciados por uma transmissão de dupla embreagem banhada a óleo com sete marchas, mas só o 2.0 tem tração integral.

Chery Tiggo 8 Pro [divulgação]
Chery Tiggo 8 Pro [divulgação]

Refinamento a mais

Visualmente a Chery tratou de alterar dianteira, traseira e interior – a mesma receita do Tiggo 8 Plus. A dianteira tem grade frontal em X com um friso cromado que corta os faróis de LED e da o tom para o logotipo da marca chinesa. São elementos que misturam a identidade visual da Mitsubishi com a da Honda e um toque de Audi.

Mesmo no meio dessa salada, ainda tem cara de Chery. O para-choque tem detalhes em cobre, tom usado nas entradas de ar laterais e na base do para-choque. Já na traseira, o SUV de sete lugares tem lanternas espichadas bastante semelhantes às do Audi Q8. Saída quadrupla de escape é item de série somente para o Tiggo 8 2.0 turbo.

Chery Tiggo 8 Pro [divulgação]
[divulgação]

A cabine vai um passo além do Tiggo 8. Tem forro de porta semelhante, mas com costuras na parte inferior ausentes no modelo brasileiro. A central multimídia é alocada em uma grande placa que se integra ao painel de instrumentos totalmente digital. Chama atenção ainda o console central bem alto e com uma placa em plástico branco.

>>CAOA Chery fará mudanças no SUV cupê Omoda 5 somente para o Brasil

>>Arrizo 5, abandonado pela CAOA Chery, passará por mudanças visuais

>>CAOA Chery registra no Brasil SUV Exeed LX que faz 21 km/l



Fonte: Revista Carro