Caminhonete Jeep Gladiator é confirmada para o Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Provando que o segmento de picapes está pegando fogo no Brasil, mais uma vai entrar nessa categoria: a Jeep Gladiator. A Stellantis sabe que caminhonetes são próxima moda e está se esforçando para colocar praticamente todas as suas marcas na mira e formando uma inteligente escada entre elas.

“A Gladiator repete os atributos já consagrados da marca e adiciona a versatilidade de uma picape para oferecer ainda mais possibilidades de aventura e ser a nova referência do segmento 4×4”, diz a Jeep em comunicado.

Jeep Gladiator [divulgação]Jeep Gladiator [divulgação]

Com porte de Toyota Hilux, mas vocação off-road fortíssima, já que é derivada do Wrangler, a Jeep Gladiator deve custar caro. Tanto que ela deve se tornar a picape média mais cara do Brasil. Hoje, o Wrangler é vendido por aqui nas versões Sahara de R$ 350.661, Sahara Overland Unlimited de R$ 396.208, Rubicon Unlimited de R$ 444.442 e 80 Anos Unlimited de R$ 404.726.

Recentes flagras mostraram que a Jeep deve trazer somente a versão Rubicon da Gladiator para o Brasil. Considerando que ela é mais cara que o Wrangler, não seria difícil ver a caminhonete da Jeep por mais de R$ 450 mil. É um território próximo de onde estão as primas RAM 1500 Rebel e 2500 Laramie, que custam R$ 460.990.

Escada de caminhonetes da Stellantis

Depois quando a Peugeot lançar a Landtrek e a RAM a nova Dakota, a escada de picapes e caminhonetes da Stellantis no Brasil ficará bem estruturada. A Fiat Strada na base como única compacta e Fiat Toro como a única intermediária. RAM Dakota e Peugeot Landtrek serão os modelos do meio, sendo a Dakota monobloco e ousada e a Landtrek mais tradicional.

Jeep Gladiator [divulgação]
Jeep Gladiator [divulgação]

A Jeep Gladiator abre alas para as caminhonetes importadas, sendo um produto de nicho e mais cara, ainda que o porte seja o mesmo da Landtrek e da Dakota. A vocação off-road mais apurada e o fato de poder ter as portas e teto arrancados com facilidade serão seus diferenciais. A linha fecha com as gigantescas RAM 1500, 2500 e 3500.

O que ainda é mistério é o que a Gladiator terá debaixo do capô no Brasil. O Wrangler por aqui é vendido somente com o 2.0 quatro cilindros turbo a gasolina com 272 cv e 40,8 kgfm de torque, que não está disponível na caminhonete. Ela tem como opções um 3.6 V6 de 285 cv e 35,9 kgfm ou o diesel 3.0 V6 turbo de 264 cv e 60,9 kgfm.

Jeep Gladiator [divulgação]
Jeep Gladiator [divulgação]

>>Segredo: futura RAM Dakota / 1200 não será uma Fiat Toro bombada

>>Gigantesco Jeep Wagoneer ganha versão maior ainda

>>Oficial: Abarth Pulse é começo da nova marca da Stellantis Brasil



Fonte: Revista Carro