Baseada na Toro, RAM 1000 estreia novo visual na Colômbia

0
20


RAM 1000 2022 facelift Colômbia

Picape adota estilo inspirado na 1500, mas continua sem oferta de motores turbo e tração 4×4 

A Stellantis revelou a reestilização da RAM 1000 na Colômbia, país onde a picape estreou, em 2018. O utilitário nada mais é do que uma derivação da Fiat Toro para outros mercados da América Latina. Apesar de ser vendida com a marca do carneiro, a RAM 1000 não oferece opção de tração 4×4 e nem de motores turbo (a gasolina ou diesel). A picape está em pré-venda em versão única, Big Horn, por 105.990.000 pesos colombianos (o equivalente a cerca de R$ 146 mil).

A atualização visual segue a da linha 2022 da Toro, com novos faróis em LED e para-choque redesenhado. A grade adota o estilo da versão Ranch da Toro, com moldura cromada e acabamento do tipo colmeia, mas acrescenta um elemento na base inspirado na RAM 1500. Além do logotipo, a principal mudança da RAM 1000 está no desenho das rodas, de 17 polegadas.

Do lado de dentro, a RAM 1000 também recebe o novo painel e quadro de instrumentos digital de 7” da Toro 2022. Apesar de a picape da Fiat ter opção da nova tela vertical de 10” para a central multimídia, com visual inspirado nas RAM 1500 e 2500, o equipamento da RAM 1000 possui tela de 8,4”, como na Toro Freedom.

Vendida apenas na versão Big Horn, a RAM 1000 traz de série 7 airbags, ar-condicionado digital de duas zonas, bancos em couro, faróis full LED, controles de estabilidade e tração, assistente de saída em rampa, câmera de ré e alerta de baixa pressão dos pneus, entre outros. 

Na mecânica, entretanto, a RAM 1000 não recebeu o novo motor 1.3 GSE turbo da Toro e nem mesmo o 2.0 turbodiesel. A picape segue com 1.8 e.TorQ EVO, somente a gasolina, de 130 cv a 6.000 rpm e 17,4 kgfm a 3.750 rpm. O câmbio é automático de 6 marchas e a tração, dianteira. A produção da picape é na fábrica de Goiana, onde são produzidos a Toro e os Jeep Compass, Renegade e Commander.

Fotos: Divulgação



Fonte: Revista Carro