Avaliação: JAC E-JS4 é um SUV elétrico espaçoso e agradável

0
30


JAC E-JS4
Foto: Divulgação

Depois de avaliar o JAC T60 Plus (leia aqui), agora embarcamos na variante 100% elétrica E-JS4 para vivenciar como é a experiência a bordo do SUV livre de emissões. Interessante, ele custa R$ 249.900 e vai inserido na faixa dos também eco-friendly Fiat 500e Icon (R$ 239.990), Mini Cooper S E Exclusive (R$ 239.990), Nissan Leaf ZE (R$ 277.990) e Renault Zoe E-Tech Intense (R$ 229.990). A novíssima geração do Chevrolet Bolt EV Premier sai por R$ 317.000.

O design da carroceria rouba os olhares para o formato dos faróis/lanternas seguindo a pegada do “irmão” térmico T60 Plus. Com porte médio, o JAC E-JS4 oferece 4,410 m de comprimento, 1,800 m de largura, 1,660 m de altura e 2,620 m de entre-eixos – medidas similares às do Jeep CompassNo quesito porta-malas o JAC E-JS4 acomoda 520 litros (até a altura dos encostos).

E a qualidade dos acabamentos? 

A cabine do JAC E-JS4 agrada aos olhos exibindo áreas sensíveis ao toque nas laterais de portas/no painel, os comandos touch do ar-condicionado, o quadro de instrumentos com três modos de visualização e o multimídia de 10,25” trazendo interface amigável e conectividade Android Auto/Apple CarPlay. Outro detalhe está no seletor de marchas giratório que remete diretamente aos carros da Land Rover.

A boa amplitude interna do JAC E-JS4 é cooperada pelo teto solar panorâmico de série e quem viaja atrás dispõem de saídas de ar e bom espaço para as pernas/joelhos.

Entre os itens de série, há seis airbags, quadro de instrumentos 100% digital, banco do motorista ajustável eletricamente em altura/distância, entrada e partida sem chave, sistema de câmeras 360º, freio de estacionamento elétrico com função Auto Hold, assistente de partida em rampas, sensores de estacionamento frontais/traseiros, controles eletrônicos de tração/estabilidade, isofix para fixação de bancos infantis e monitoramento da pressão dos pneus. 

Uma pena o JAC E-JS4 não ter o controlador de velocidade adaptativo (ACC), o assistente de permanência em faixas, o monitor de pontos cegos e a frenagem autônoma de emergência.

+ JAC iEV750V é van elétrica com preço de R$ 386.990
+ Na linha 2021, JAC incrementa T40 e radicaliza nos faróis de T50 e T60
+ Avaliação: JAC iEV20 – vale a pena comprar o carro elétrico mais barato do Brasil?
+ Avaliação: JAC T80 prova que carro chinês tem cada vez menos defeitos

Dirigibilidade limpa e sem ruídos 

O motor elétrico alimentado pela bateria de fosfato de ferro-lítio de 55 kWh entrega 150 cv de potência e 34,7 kgfm de torque. Com 1.680 kg, as respostas são de prontidão e dotado de tração dianteira, o JAC E-JS4 faz de zero a 100 km/h em 7,5 segundos e crava 160 km/h de velocidade máxima, segundo os números de desempenho do fabricante.

No uso urbano, o SUV ainda surpreende pela forma com que as suspensões filtram/absorvem as irregularidades do asfalto transmitindo conforto aos passageiros. Sem dúvidas, uma calibração melhor que a encontrada nos modelos T60 Plus, no iEV60, no iEV20 e fruto do trabalho com a Volkswagen.

O nível de regeneração pode ser ajustado em três níveis e, no mais forte, pode-se guiar o SUV utilizando apenas o pedal do acelerador, como ocorre no BMW i3. Prático sim, mas leva um tempo para se acostumar ao passo que a direção é leve e rápida ao esterço contribuindo tanto na dirigibilidade quanto nos momentos das manobras e das balizas.  

Já na estrada, o acerto do conjunto dianteiro e traseiro associado ao centro de gravidade possibilita encarar as curvas transmitindo confiança e sem a carroceria demonstrar a tendência de rolar além da conta.

E na hora do abastecimento?  

O alcance declarado do JAC E-JS4 é de até 420 km (NEDC) e para “encher o tanque” são necessárias oito horas plugado na rede 220V ou uma hora estacionado em uma estação carregamento rápido de 380V. Entretanto, enfrentamos alguns percalços durante nossa convivência.

Após retirar o veículo da concessionária, a baixa autonomia (16% de carga) nos obrigou a fazer um pit-stop em uma estação de carregamento rápido para conseguir chegar em casa. Como o modelo utiliza o padrão chinês é fornecido um adaptador para conseguir a compatibilidade. Já devidamente estacionado na vaga do prédio surgiu outro contratempo. Afinal, a única tomada convencional aterrada perto era de 110V. Não é o recomendado, pois foram horas e horas na rede elétrica para o alcance sair de 82 km para 126 km.

No dia seguinte, a solução foi ir até uma concessionária da JAC Motors com Wallbox (220V e 7,4 kWh) e deixar o E-JS4 “espetado” no equipamento. Passado um período e alguns copos de café no organismo, enfim o JAC E-JS4 estava com pouco mais de meio tanque. Era o suficiente para tirar as últimas conclusões antes da data de devolução.

Na hora de utilizar o Wallbox de uma concessionária da marca, o E-JS4 ficou estacionado ao lado do “irmão” T60 Plus (Foto: Rafael Poci Déa)

Perrengues sim, mas que não arranharam a imagem do lançamento, cujo valor fica próximo ao do Volkswagen Tiguan R-Line (iniciais R$ 236.990). Tudo isso, desaparece ao ter o Wallbox instalado na residência e calcular os custos das revisões. Afinal, elas saem por R$ 59,90 (10.000 km), R$ 169,90 (20.000 km), R$ 59,90 (30.000 km), R$ 219,90 (40.000 km), R$ 59,90 (50.000 km) e R$ 169,90 (60.000 km).


FICHA TÉCNICA

JAC E-JS4
Preço básico:
R$ 249.900
Carro avaliado:
R$ 249.900

JAC E-JS4
Motor: dianteiro elétrico, com ímã permanente
Combustível: a bateria
Potência: 150 cv
Torque: 34,7 kgfm
Câmbio: caixa de redução
Direção: elétrica
Suspensões: Independetes McPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: Discos ventilados (d) e discos sólidos (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,410 m (c), 1,800 m (l) e 1,660 m (a)
Entre-eixos: 2,620 m
Pneus: 225/45 R17
Porta-malas: 520 litros
Bateria: bateria de fosfato de ferro-lítio, 55 kWh
Peso: 1.680 kg
0-100 km/h: 7s5
Vel. máxima: 160 km/h
Consumo médio: 13 kWh/100 km
Emissão de CO2: zero g/km 100% elétrico
Autonomia: 420 km (NEDC)

Mais na Motor Show 

+ Honda terá novo SUV do City para substituir WR-V no Brasil
+ AMG GT Plug-in vai acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos
+ Ford cancela planos de picape do Bronco
+ Veja a galeria de fotos do Jeep Commander
+ Jeep Commander chega em duas versões com motor diesel e muito luxo
+ Confira as versões e os preços do Jeep Commander
+ Hyundai HB20 perderá motor 1.6 em linha 2022
+ Avaliação: Fiat Argo 1.0 S-Design é ótimo popular-chic, mas vale a pena?





Fonte: Motor Show