Alerta de ponto cego poderá ser obrigatório em carros no Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Foto: Divulgação

Os sensores de colisão lateral, conhecidos também como alerta de ponto cego, podem se tornar obrigatórios nos carros brasileiros. É o que diz um projeto de lei apresentado pela senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA).

O PL 673/2022 insere a exigência no Código Brasileiro de Trânsito, com o objetivo de tornar os automóveis mais seguros e reduzir os acidentes.

+ CNH: maio é o último mês para grupo renovar habilitação vencida; veja
+ Nova CNH passa a valer em junho; tire suas dúvidas
+ IPVA SP 2022: 4ª parcela começa a vencer semana que vem
+ Saiba tudo sobre o licenciamento de veículos em SP, como datas e preço
+ IPVA SP para PCD: saiba como verificar a situação e pedir isenção

Vale lembrar que o alerta de ponto cego identifica a existência de outros veículos, pessoas ou objetos nas áreas não cobertas pelos espelhos retrovisores. O alerta é feito por luzes nos retrovisores externos ou no painel.

Segundo divulgado pela Agência Senado, a senadora aponta que uma pesquisa do Insurance Institute for Highway Safety (IIHS), organização de segurança veicular dos Estados Unidos, estima que a detecção de pontos cegos reduz em 14% os acidentes de mudança de faixa.

A senadora ressalta que “a inclusão do equipamento como item obrigatório não afetará significativamente os preços dos automóveis, uma vez que a aquisição desse tipo de dispositivo tem um valor, para alguns modelos, inferior a R$ 400”.

Caberá ao Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definir o cronograma para exigência do alerta de ponto cego nos veículos em circulação no país.

O projeto será analisado por comissões temáticas da casa e precisa ser aprovado pelo Senado e Câmara dos Deputados antes de ser encaminhado à sanção.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ CNH: maio é o último mês para grupo renovar habilitação vencida; veja
+ Fiat Pulse conquista prêmio internacional de design
+ Avaliação: domando os 1.904 cv do Pininfarina Battista, carro elétrico com 0-100 em menos de 2 segundos
+ Jeep ultrapassa a VW em vendas; veja como ficou o ranking em abril
+ Alto consumo do carro pode indicar a troca o filtro de ar
+ Teste Rápido: Renault Kwid elétrico, o mais barato do Brasil, é ágil e não precisa de carregador especial
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Carro elétrico ou híbrido? Saiba qual é o melhor para você
+ IPVA SP 2022: 4ª parcela vence em maio; confira as datas
+ Teste rápido: ao volante do Macan 2023, o Porsche mais barato no Brasil





Fonte: Motor Show