2020 teve queda menor do que a esperada. Honda CG 160 foi o veículo mais vendido – MinutoMotor

0
40


Família GM Onix está entre os carros mais vendidos em 2020 / Divulgação
Família GM Onix está entre os carros mais vendidos em 2020 / Divulgação

No acumulado do ano, o setor da distribuição de veículos apresentou queda de 21,63% (3.162.851 unidades contra 4.036.046 registradas em 2019), um recuo inferior às projeções divulgadas pela Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores – em julho, quando a expectativa era de que o mercado retrairia 35,8% em 2020. Em outubro, a previsão foi revisada para uma baixa de 25,3%, mas o ano acabou sendo um pouco melhor do que o esperado.

Hyundai HB 20 hatch ficou na segunda colocação / Divulgação
Hyundai HB 20 hatch ficou na segunda colocação / Divulgação

Já o mês de dezembro registrou o maior volume de emplacamentos de veículos de todo o ano de 2020, segundo dados da Fenabrave. Considerando todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos), foram emplacadas 363.163 unidades, em dezembro, contra 334.349 veículos, no mês anterior, numa alta de 8,62%.

Poderia ter sido bem pior, analisa Alarico Assumpção Júnior, da Fenabrave / Divulgação
Poderia ter sido bem pior, analisa Alarico Assumpção Júnior, da Fenabrave / Divulgação

“Os principais fatores que influenciaram nessa melhora, principalmente, a partir do segundo semestre, foram a manutenção da taxa de juros, em um patamar baixo e o Auxílio Emergencial, oferecido pelo Governo Federal, que colaboraram para o aquecimento do comércio e para a baixa inadimplência. Com isso, melhorou a oferta de crédito, favorecendo a tomada de decisão para a aquisição de veículos”, explica o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, que afirma, ainda, que o mercado só não foi melhor em função da crise enfrentada pelas montadoras, que tiveram problemas com falta de peças e componentes, além das regras para manter o distanciamento social nas unidades fabris.

A reformulada picape da Fiat teve excelente aceitação / Divulgação
A reformulada picape da Fiat teve excelente aceitação / Divulgação

Automóveis – As vendas de automóveis e comerciais leves cresceram 8,66% em dezembro, totalizando 232.814 unidades licenciadas, contra as 214.260 unidades emplacadas, em novembro. Já com relação a dezembro de 2019, quando foram comercializadas 251.775 unidades, houve queda de 7,53%. No acumulado de 2020, foram emplacadas 1.950.889 unidades, contra 2.658.692, no ano anterior, uma queda de 26,62%. O carro mais vendido é o GM Onix, com 135.351 unidades licenciadas A nova Fiat Strada lidera entre os comerciais leves, com 80.041 unidades emplacadas.

A campeã de vendas no Brasil: 270 mil unidades emplacadas em 2020 / Divulgação
A campeã de vendas no Brasil: 270 mil unidades emplacadas em 2020 / Divulgação

Motocicletas – As vendas de motocicletas registraram alta de 10,5% em dezembro/2020, totalizando 98.831 unidades, contra as 89.438 emplacadas em novembro. Se comparado a dezembro de 2019, quando foram emplacadas 94.103 motocicletas, esse resultado aponta aumento de 5,02%. Mas, a falta de produtos no mercado afetou o resultado do segmento, no acumulado do ano. Entre janeiro a dezembro/2020, foram emplacadas 915.502 motocicletas, volume 15,04% menor que as 1.077.537 unidades, vendidas no mesmo período de 2019. O veiculo mais vendido do País é a Honda CG 160, com 269.226 unidades emplacadas em 2020.

Yamaha, como outras marcas, interrompeu a produção em Manaus (AM) /Divulgação
Yamaha, como outras marcas, interrompeu a produção em Manaus (AM) /Divulgação

Vale ressaltar que entre os meses de abril e maio as fábricas de motocicletas foram fechadas e paralisaram sua produção, o que impactou no resultado do ano. “Não fosse isso, teríamos alcançado a projeção de superar 1.100.000 unidades em 2020”, concluiu Alarico Assumpção Júnior.



Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui