Advogado é suspeito de aplicar golpe em herdeiros e investidores e embolsar R$ 1,5 milhão

26

Uma operação foi deflagrada pela Polícia Civil do Paraná (PCPR) para apurar uma sequência de crimes cometidos por um advogado em Curitiba. O homem é suspeito de realizar furto qualificado, apropriação indébita e estelionato contra uma família de herdeiros que possui bens avaliados em até R$40 milhões. Durante a ação foram cumpridos mandados de busca e apreensão e sequestro de bens, com o objetivo de bloquear seis veículos e contas com valores de R$ 1,5 milhão.

A Justiça autorizou o bloqueio de contas e apreensão de bens, além de quatro mandados de busca e apreensão em duas casas e dois escritórios, porém, não autorizou a prisão do advogado. O nome do investigado não foi revelado.

Um dos carros apreendidos pela polícia – Foto Banda B

De acordo com o delegado Marcelo Magalhães, da Delegacia de Furtos e Roubos, o advogado montou uma operação complexa para oferecer a investidores a cessão de bens do espólio milionário de uma família de Curitiba. Isso, sem ter direito a nenhum dos bens.

“Ele pegou a causa de familiares herdeiros de um espólio milionário e passou a negociar a cessão de direitos do espólio para investidores. Dizia que tinha direito a e estes bens, oferecia por um valor bem menor e ficava com o dinheiro. Porém, na realidade, ele não tinha direito a estes bens. De um investidor, chegou a embolsar R$ 1 milhão”, afirmou.

Delegacia de Furtos e Roubos – Foto Banda B

O golpe foi denunciado por um dos investidores lesados. Em seguida, os herdeiros também prestaram depoimento e disseram que só perceberam que seria um golpe quando ele passou a se esquivar das cobranças.

“É uma investigação complexa que não terminar tão cedo. Ainda estamos vendo se há mais pessoas envolvidas, mas, a princípio, ele agia sozinho”, completou Magalhães.

Segundo a polícia, o golpe era aplicado há pelo menos dois anos. Entre os bens apreendidos estão seis veículos de luxo.

A defesa do advogado não foi localizada.


Fonte: Banda B