Academia explica ‘esquecidos’ do in memoriam no Oscar 2020

15

O segmento in memoriam do Oscar 2020, no último domingo (9), emocionou o público com uma performance de Billie Eilish, mas também deixou de citar importantes nomes da indústria que morreram nos últimos 12 meses.

Entre os esquecidos, os atores Luke Perry e Cameron Boyce não receberam homenagens no momento, e isso não passou despercebido pelos fãs.

Em nota oficial, a Academia justificou a ausência nesta terça-feira (11) explicando o processo de escolha dos homenageados:

“A Academia recebe centenas de pedidos para incluir os familiares e colegas da indústria no segmento do Oscar In Memoriam. Um comitê executivo representando cada segmento considera a lista e faz a seleção para a transmissão baseado no tempo limitado disponível. Todos os pedidos são incluídos no site Oscar.com e ficarão lá ao longo do ano. Luke Perry, Cameron Boyce e Tim Conway serão lembrados na galeria do site”.

Luke Perry, morto em março após um AVC, atuou em “Era Uma Vez em… Hollywood”, filme de Quentin Tarantino que recebeu diversas indicações ao Oscar 2020, foi uma das faltas mais significativas no in memoriam.

Cameron Boyce era ator da série “Descendentes” da Disney e morreu, aos 20 anos, após um ataque de epilepsia. O ator Tim Conway morreu, aos 85 anos, em maio de 2019.

A 92ª edição do Oscar consagrou “Parasita” como o grande vencedor da noite ao levar quatro estatuetas douradas, incluindo a de Melhor Filme.


Fonte: Jovem Pan